Artigos Sexta-Feira, 05 de Janeiro de 2018, 09h:10 | - A | + A

EDUARDO PVOAS

O boquirroto e o blefador

EDUARDO PVOAS

 

Assim como aqui, lá pra fora também tem figuraços que fazem a humanidade rir de tanta bobagem e de tantas gafes que deixam a população terráquea boquiaberta.

 

Continuo sem entender, até hoje, como o Cacique Juruna foi eleito deputado federal pelo Rio de Janeiro (os mais velhos hão de se lembrar), o Tiririca por São Paulo, algumas outras figuras pitorescas pelos seus estados e, principalmente, Donald Trump ser eleger presidente da nação mais poderosa do planeta.

 

O “anãozinho” norte-coreano Kim Jong-un não foi eleito, pois ocupa o cargo que foi de seu pai, um ditador cruel e sanguinário.

 

Até que me provem contrário, são os dois patetas em voga no cenário mundial.

 

O americano fala e escreve pelos cotovelos. Desce ao degrau de debater com desafetos pelo tal Twitter, esquecendo-se ou pouco se importando ser o homem mais poderoso da terra.

 

Ele dá a impressão ao mundo de que tem receio (e não medo) do anão norte-coreano. Como é fanfarrão, poucos acreditam nas suas ponderações.

 

O “anãozinho” norte-coreano vai na mesma trilha. Provoca, através da mídia, o falastrão americano só para escutar o que vai do Ocidente para o Oriente.

 

Acho que nenhum dos dois tem condições de governar nada. O americano ainda poderia governar um fusquinha 1970 e o norte-coreano, um lança-foguete de plástico.

 

Para mim, tudo que o “anãozinho” mostra, naqueles desfiles espetaculares de foguetes e outras coisas, pelas praças de Pyongyang, é de isopor, oco por dentro, tentando amedrontar o planeta.

 

Duvido ser a Coreia do Norte uma potência nuclear. Pago pra ver!

 

O americano é “pirado” e nada duvido dele. Tem armas de verdade e pode explodir uma guerra mundial num apertar de botão. 

 

Mas, como aprendi desde cedo de que louco não joga pedra em louco, o norte-coreano blefa, pois está com seu povo em uma situação de penúria. Aí solta um foguetinho de São João para dar medo ao planeta.

 

Como o americano não tem medo de nada, vai pro Twitter e detona o anãozinho.

 

É guerra de blefador e falastrão.

 

É mais fácil o Sargento Garcia pegar o Zorro do que o blefador norte-coreano soltar um foguete em direção ao Estado americano.

 

Dois patetas irresponsáveis que colocam seus povos em polvorosa.

 

EDUARDO PÓVOAS é dentista em Cuiabá, com pós-graduação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet