Caldeirão Político Sexta-Feira, 02 de Novembro de 2018, 09h:57 | - A | + A

SUPOSTAS ILEGALIDADES

Emanuel Pinheiro está nas mãos do MP, já que Câmara preferiu não investiga-lo

DA REDAÇÃO

 

Caberá ao Ministério Público Estadual analisar se o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), cometeu ou não ilegalidade na contratação de mais de duas mil pessoas sem concurso público na Secretaria de Saúde; se o pagamento de verba indenizatória sem previsão legal é permitido e se dispensas de licitações com valores próximos de R$ 5 milhões está dentro dos ditames da lei. Porque para a Câmara Municipal de Cuiabá tudo isso em conformidade com a previsão legal e não existe qualquer ilegalidade passível de um processo investigatório contra o prefeito. Essa foi a decisão da maioria dos vereadores, que optaram por arquivar o pedido de investigação contra Emanuel Pinheiro. Agora, a decisão por abrir um procedimento investigatório está nas mãos do MP.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet