Coluna do Antero Quarta-Feira, 27 de Setembro de 2017, 10h:26 | - A | + A

RECORDE MUNDIAL

Perri prende seis homens de confiança de Taques, uma mulher e um empresário. É a grampolândia

Antero Paes de Barros

 

Os homens de confiança do governador Pedro Taques estão presos por determinação do desembargador Orlando Perri.

 

Além das pessoas mais prestigiadas no primeiro escalão do governo Pedro Taques, também foi presa a personal trainer, Helen Lesco, esposa do coronel Lesco. Helen está sendo acusada de tentar interferir nas investigações da Polícia Civil.

 

Com mais esse decreto prisional, Pedro Taques passa a ser o governador do Brasil que teve o maior número de secretários presos. No novo decreto prisional foram determinadas as prisões de:

 

1 – Paulo Zamar Taques, ex- chefe da Casa Civil era tratado como sendo o número dois do governo e as vezes suas ordens eram mais determinantes que a do governador. É a segunda prisão de Paulo Taques por causa dos grampos.

 

2 – Rogers Jarbas – ex- secretário de Segurança Pública, já havia sido afastado do cargo e estava com tornozeleira eletrônica. É acusado de tentar desviar as investigações para impedir a elucidação dos crimes praticados por grampos ilegais. Já está preso.

 

3 – Coronel Zaqueu – Já estava preso e agora tem novo decreto prisional.

 

4 – Cel. Airton Siqueira – Já foi Secretário da Casa Militar e respondia atualmente pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos.

 

5 – Coronel Lesco, ex- secretário da Casa Militar. Já havia sido preso e retorna agora à prisão.

 

6 – Sargento João Ricardo Soler.

 

7 – Major Michel Ferronato também teve a prisão decretada, mas está em Goiás ministrando cursos, de onde manteve contato com o delegado Stringueta, dizendo que se apresentar.

 

8 – O empresário José Marilson da Silva, dono da empresa que vendeu o Sistema Sentinela também foi preso.

 

O corregedor da PM, coronel Carlos Eduardo Pinheiro da Silva também foi alvo da operação, mas conduzido coercitivamente.

 

Até agora o governo não emitiu nenhuma nota oficial. A fundamentação do decreto prisional ainda não é conhecida da imprensa.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet