Em Destaque Quarta-Feira, 08 de Agosto de 2018, 13h:37 | - A | + A

OPERAÇÃO GRÃO DE OURO

Casal de empresários é preso dentro de condomínio de luxo em Cuiabá

Flavia Birtche é sócia de empresa alvo; já Victor Birtche vendeu usina de biodiesel em MT para JBS

SUELEN ALENCAR

DO FOLHAMAX

 

O casal de empresários Victor Augusto Saldanha Britche e Flávia de Martin Teles Birtche foi preso na manhã desta quarta-feira (8) na “Operação Grão de Ouro”, deflagrada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado) em Cuiabá, Alto Araguaia e mais 7 Estados do Brasil. A operação, que tem base em Campo Grande (MS), visa combater sonegação de tributos por parte de movimentação envolvendo soja nestes estados da federação.

 

Segundo as informações, o casal foi detido no condomínio de luxo Alphaville. Eles estão sendo levados para a sede do Gaeco para se apresentarem e devem ser transferidos para Mato Grosso do Sul ainda nesta quarta-feira.

 

Victor e Flávia são atuantes no agronegócio. Flávia é apontada como sócia da empresa Efrain Agronegócios, localizada no edifício SB Tower, na Avenida do CPA, em Cuiabá.

 

A empresa foi alvo de busca e apreensão por parte de agentes do Gaeco. Já Victor Hugo, foi sócio proprietário da empresa CVL, responsável pela construção de uma usina de biodiesel em Colíder.

 

A usina, posteriormente foi bendida para o grupo JBS Friboi. A operação “Grão de Ouro” é coordenada pelo Gaeco de Mato Grosso do Sul.

 

Ao todo, são cumpridos 32 mandados de prisão preventiva e cumprimento de 104 de busca e apreensão. Além de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, agentes estão nos Estados de São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul.

 

Em Mato Grosso do Sul, um dos alvos é a Assembleia Legislativa. Agentes estão no gabinete do deputado Paulo Corrêa, onde um servidor é alvo.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet