Política Sexta-Feira, 09 de Fevereiro de 2018, 14h:29 | - A | + A

INVESTIGADO POR PROPINA

Após divulgação de relatório da PF, Emanuel Pinheiro diz que "a verdade vai prevalecer"

Pinheiro, que foi filmado recebendo dinheiro no Palácio Paiaguás, afirma que os fatos não são o que parecem

LAICE SOUZA

DA REDAÇÃO

 

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), afirmou que a "verdade vai prevalecer e já está aparecendo". A afirmação é relativa ao relatório parcial da Polícia Federal, da investigação do pagamento de propina realizado pela gestão do ex-governador Silval Barbosa os parlamentares.

 

No relatório, a Polícia Federal apontou que o ex-chefe de gabinete de Silval, Silvio Correa, confessou a existência de uma dívida com o irmão do prefeito, Marco Polo de Freitas Pinheiro. Fato que foi comemorado pelo prefeito.

 

"Hoje ele [Sílvio Correa] reconheceu que tem uma dívida de pesquisa que meu irmão está executando ele. É só o que eu vou falar e não falarei mais nenhum palavra sobre isso. A  verdade está aparecendo e vai aparecer.Nós vamos comprovar que não tenho nada a ver com esse mar de lama", destacou.

 

Contudo, no mesmo depoimento, de acordo com a PF, Sílvio teria informado que a imagem do prefeito recebendo dinheiro e guardando no paletó não seria referente ao pagamento da dívida de Marco Polo e sim de propina.

 

A gravação do prefeito, na época em que era deputado estadual, com maços de dinheiro faz parte do acordo de delação premiada homologado pela justiça do ex-governador Silval Barbosa e do ex-chefe de gabinete, Sílvio Correa. Além de Pinheiro, outros deputados também aparecem nas imagens.

VÍDEO

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet