Política Quarta-Feira, 07 de Novembro de 2018, 10h:33 | - A | + A

APÓS AVAL DA PROCURADORIA

Janaína Riva cobra da presidência da AL votação do pedido de afastamento de Taques

Presidente afirmou que assim que o processo chegar em suas mãos irá tomar uma decisão

LAICE SOUZA

DA REDAÇÃO

 

A deputada estadual Janaína Riva (MDB), que protocolou um pedido de afastamento do governador Pedro Taques (PSDB), cobrou do presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (DEM), o andamento do caso. O pedido foi motivado após manifestação da Procuradoria da Casa de Leis, que afirmou que a representação da parlamentar atende aos preceitos legais.

 

A parlamentar requereu ao presidente, na sessão plenária desta terça-feira (6), que seja apresentado o pedido para apreciação do plenário. O responsável por levar o pedido para votação é o presidente da Assembleia.

 

Já Eduardo Botelho afirmou que assim que o processo chegar ao seu poder poderá tomar uma decisão. Ele informou que o pedido de afastamento ainda está na Procuradoria, pois a deputada ainda precisaria ser intimada para proceder com a entrega de alguns documentos que estariam pendentes.

 

No pedido de afastamento, a deputada embasa a tese de que o governador Pedro Taques teria supostamente praticado dez crimes, que foram delatados pelo empresário Alan Malouf, ao Supremo Tribunal Federal, na sua maioria no exercício do cargo.

 

Entre os crimes estão: caixa dois em um esquema complexo de arrecadação de verbas para campanha eleitoral do exercício de 2014; esquema de desvio de verbas públicas, por meio de fraudes a licitações com início a partir da nomeação de Permínio Pinto à frente da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer – SEDUC; suposta extorsão dos proprietários da cervejaria Petrópolis requerendo valores pecuniários, para assegurar a manutenção anticompetitiva de benefícios fiscais recebidos pela empresa; Caixa 3; fraude em contrato de fornecimento de combustível mediante dispensa de licitação com valores estratosféricos; manutenção de esquema de propina iniciado na gestão Silval Barbosa com empresa de empréstimos consignados. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet