Política Quinta-Feira, 08 de Fevereiro de 2018, 12h:22 | - A | + A

DISPUTA AO PAIAGUÁS

Mauro não descarta disputa e diz que traição a Taques é conversa fiada

“Dei minha contribuição como prefeito, se tiver condições de dar novamente, eu me apresento"

SÍLVIA DEVAUX

DA REDAÇÃO

 

 

O ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (sem partido), garantiu que desta vez não tomará uma decisão de última hora. Antes, ele quer decidir sua filiação a um partido que pode ser o DEM, que já filiou o deputado federal Fábio Garcia, ou o PP, do ministro Blairo Maggi (Mapa), disse nesta manhã de quinta-feira (08) em entrevista à Rádio Vila Real.

 

Mauro falou que não tem vaidade em disputar o Governo e se isso vir a acontecer será depois de conversar com sua família, as lideranças do partido que escolher e ver que é o que a população quer, mas que só decidirá em abril ou maio. No entanto, não descarta a possibilidade de concorrer ao Governo.

 

“Estou muito tranquilo para tomar essa decisão", assinalou o ex-prefeito ao classificar de "conversa fiada" os comentários de que estaria traindo o grupo do governador Pedro Taques (PSDB) e voltou a salientar que quem o apoio ao tucano foi por esses quatro anos de governo.

 

A boa aprovação com que deixou a Prefeitura de Cuiabá, próximo aos 80%, justificaria para Mauro Mendes essa ansiedade dos eleitores e dos partidos que prenunciam sua candidatura. “Não é uma decisão fácil, ser ou não candidato... Dei minha contribuição como prefeito, se tiver condições de dar novamente, eu me apresento", prometeu.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VÍDEO

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet