Política Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018, 08h:28 | - A | + A

SOB NOVO COMANDO

Ministra da Agricultura escolhida por Bolsonaro é de família mato-grossense

De acordo com Cristina, o desafio será criar um ambiente que propicie os negócios e dar a cara do governo Bolsonaro.

LAICE SOUZA

DA REDAÇÃO

 

Tereza Cristina (DEM), deputada federal, foi a escolhida pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para comandar o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que hoje tem como gestor o senador por Mato Grosso, Blairo Maggi (PP).

 

“Sou mato-grossense, minha família é de Mato Grosso, sou engenheira agrônoma e sou apaixonada pela agropecuária”, foi assim que ela se definiu, em entrevista a Rádio Capital FM, na manhã desta quinta-feira (8). Cristina é neta de Fernando Corrêa da Costa, médico que foi senador e governador por Mato Grosso. Ela reside em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

 

De acordo com Cristina, o desafio será criar um ambiente que propicie os negócios e dar a cara do governo Bolsonaro. Ela ainda afirmou que deverá atuar na tentativa de reduzir a burocracia, nas questões relativas a recuperação de áreas degradadas, agrotóxicos e abertura de mercado.

 

“Tem muita coisa ainda para ser feita e ainda é muito cedo para falar o que será feito”, disse, informando ainda que também deverá conversar nos próximos dias com Blairo Maggi para traçar o processo de transição.

 

Para o ministro Blairo Maggi, o nome dela é bem visto pelo setor e foi muito bem recebido. “Gostei muito do nome dela ter sido escolhido. Acredito que ela vai dar continuidade ao trabalho que vem sendo realizado e implementar o ritmo dela no ministério”, afirmou, acrescentando que tem uma relação próxima com Cristina, em decorrência dela ser presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet