Política Quinta-Feira, 17 de Maio de 2018, 13h:20 | - A | + A

DEPUTADO REBATEU

MP denunciou Wilson Santos por suposta corrupção de R$ 12,6 mil em 2015

Irmão de deputado teria descontado 4 cheques emitidos por Eduardo Botelho, que totalizam a quantia de R$ 12,6 mil, em quatro meses de 2015. Wilson afirma que MP precisa ter mais cuidado e critério ao propor ação penal

LAICE SOUZA

DA REDAÇÃO

 

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) que foi denunciado pelo Ministério Público Estadual, sob a acusação de ter recebido propina no ano de 2015, por conta de quatro cheques que foram debitados pelo irmão dele, Elias Pereira dos Santos Filho, que juntos totalizaram a quantia de R$ 12.600,00 (doze mil reais).

 

Conforme consta na denúncia, os cheques assinados pelo deputado estadual Eduardo Botelho (PSB) foram debitados no dia 22 de maio (R$ 600,00), primeiro de junho (R$ 5 mil), três de julho (R$ 4 mil) e seis de agosto (3 mil). De acordo com o MP, os valores teriam sido repassados  dentro do esquema de pagamento de propina.

 

Essa quantia de R$ 12,6 mil seria a prova que o MP teria contra o tucano Wilson Santos.

 

Em sua defesa, o deputado afirmou, durante sessão plenária na Assembleia Legislativa, na tarde de quarta-feira (16), que o Ministério Público precisa ter mais cuidado na hora de denunciar.

 

"Alto lá, é preciso ter mais critério. É preciso ter mais cuidado não só nas investigações, pra fazê-las com profundidade na observância técnica rigorosa, e não sair por ai denunciando qualquer um e empurrando na vala comum", disparou Wilson.

 

Ainda de acordo com ele, a denúncia o deixa "enojado", principalmente porque não haveria qualquer envolvimento dele no suposto esquema. "Vou acompanhar e no final tomar as medidas cabíveis", disse, acrescentando que não descarta impetrar com uma ação por danos morais.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet