Política Sábado, 13 de Janeiro de 2018, 11h:38 | - A | + A

GREVE NOS FILANTRÓPICOS

Taques afirma que fez repasse ao município, que vai pagar na segunda

Santa Helena, Hospital Geral e Santa Casa de Cuiabá e Rondonópolis vão paralisar atendimentos pelo SUS nesta segunda

SÍLVIA DEVAUX

DA REDAÇÃO

 

A Federação dos Hospitais Filantrópicos de Mato Grosso (Fehosmt) anunciou que o Santa Helena, o Hospital Geral e a Santa Casa de Cuiabá não receberão novos pacientes nas UTIs (Unidades de Tratamento Intensivo) a partir de segunda-feira (15).

 

Novamente os hospitais filatrópicos de Mato Grosso vão paralisar os serviçõs por falta dos repasses pelos leitos de retaguarda que dão suporte ao atendimento das UTIs do Sistema ùnico de Saude (SUS), atrasados desde março de 2017.

 

Nessa sexta-feira (12), o governador Pedro Taques (PSDB) negou a dívida e disse que os repasses foram feitos. “Nós não repassamos para a Santa Casa. Nós repasse para os filantrópicos via município de Cuiabá. Nós não estamos devendo os filantrópicos, porque passamos para o município".

 

A secretária de saúde de Cuiabá, Elizeth Araújo, ainda na noite de ontem explicou que os repasses federais estão em dia, mas que os pagamentos demoram até 60 dias para serem faturados após a execução dos serviços.

 

Mas ela garantiu que o repasse federal deverá ser liberado até a próxima segunda-feira (15). “Caso esses recursos sejam liberados na data que esperamos, até o dia 20 efetuaremos os pagamentos para os hospitais filantrópicos”.

 

Em Rondonópolis, o Hospital Santa Casa de Rondonópolis tambpem está sem receber e decidiu que nos próximos dias irá paralisar todos os atendimentos que são realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

VÍDEO

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet