Artigos Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 08h:27 | - A | + A

RESPEITO

Carta ao Prefeito Emanuel Pinheiro

Vinicius Brasilino

Nesta quarta-feira me deparei com boa parte das mídias e portais de notícias de Cuiabá noticiando que o Prefeito Emanuel Pinheiro afirmou que determinado vereador foi visto no que ele chama de  "centro de macumba" fazendo macumba para ele.

 

De antemão me espantei, pois não devo esperar essa postura do Chefe do Executivo Municipal, em detrimento de questões estritamente ligadas às situações políticas e pré eleitorais, vir a público atacar gratuitamente as Religiões de Matriz Africana.

 

Grave não é o fato do Vereador ser visto em um centro religioso de Matriz Africana. Muito menos fazendo qualquer tipo de trabalho religioso. Até porque está dimensão de bem e mal é algo muito ligado aos fundamentos das religiões cristãs. 

 

Talvez falte conhecimento do Sr. Prefeito do que seja macumba. Então serei bem didático: Macumba é um instrumento de percussão de origem africana, semelhante ao instrumento reco-reco ou ganzá, este que é símbolo da cultura Cuiabana por meio do Cururu e siriri. 

 

No Brasil, através de um processo de ampliação de sentido e de preconceito, o termo "macumba" passou a referir também às oferendas religiosas ligadas as religiões de matrizes africanas, equivocadamente. 

 

Aí eu me pergunto: O que é realmente grave e que faz mal para população cuiabana? Um vereador em um "centro de macumba" ou os postos de saúde faltando insumos necessários para o atendimento da população. Um vereador em um "centro de macumba" ou as obras das Unidades Básicas de Saúde em vários bairros da capital paralisadas?  Vereador em um "centro de macumba" ou a famosa imagem divulgada no quarto mês de seu mandato, do então Deputado estadual com os bolsos do paletó cheios de dinheiro provenientes da corrupção? 

 

Cuiabá tem sido uma cidade onde constantemente Casas de Candomblé e Umbanda tem sido atacadas. Que a intolerância religiosa tem sido prática em vários espaços. E não vejo nenhuma ação da Prefeitura Municipal que efetivamente promova a diversidade e combata a intolerância religiosa, que as religiões de matriz africana sofrem cotidianamente em Cuiabá. E a fala do prefeito nada mais é que a reprodução do RACISMO RELIGIOSO.

 

Horas depois o prefeito fez uma fala pedindo desculpas, afirmando que "repepeita todas as religiões". Mas o que é pedir desculpas? Enquanto Chefe do executivo municipal sua principal desculpa deve ser com ações, sugiro algumas para que não fiquemos só crítica pela crítica.A primeira é Criar um Centro de Promoção a diversidade e combate à intolerância religiosa. A segunda é efetivar a Lei 10.639/2003 na educação municipal, não só nas proximidades do 20 de novembro, dia da Consciência Negra. Mas em todo o ano. A terceira é criar editais de cultura que valorize e priorize ações das comunidades tradicionais de Matriz Africana. Assim sua desculpa terá mais condições ser aceita e deixe de ser apenas palavras ao vento.

 

Respeito é bom e todos nós gostamos. Siga com sua fé que seguimos com a nossa. Sem mais, espero sinceramente que termine seu mandato com êxito, pois quem ganha é a população cuiabana. Que já passou constrangimentos demais no passado recente de políticos sem o mínimo de decoro pra promover atos corrupção e que infelizmente o senhor participou. Vida longa, que Exu te dê bons caminhos.

 

Cuiabá, 19 de fevereiro de 2020

 

Vinicius Brasilino - Gamo D'Osogyan do Ylè Okowoò – Asè Ya Lomin’Osà: Egbè Omorisà Sangò

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Maria Silva - 21/02/2020

Tbem quero fazer macumba pra ele e seus comparsas pagar pelos erros cometidos em suas gestões.

Babalorixá Bosco ty Xango - 20/02/2020

Esses governantes podem até achar que o povo cuiabano é ignorante. Agora, o que eles PRECISAM saber e compreender que nós RELIGIOSOS DE MATRIZ AFRICANA, especialmente do Ilè Okowoò Asé Ya Lomin'Osà – Egbè Omorisa Sango JAMAIS coadunaremos e silenciaremos diante dessas falas e práticas intolerantes e desrespeitosas no que tange às nossa crença e nossa fé. Que Bába Osoguià lhe de sempre altives Gamo para que juntos sigamos sendo RESISTÊNCIA.

2 comentários

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet