Artigos Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 11h:42 | - A | + A

GUSTAVO DE OLIVEIRA

Indústria Presente

Gustavo de Oliveira

O mês de maio concentra duas datas que celebram elementos muito importantes para nossa economia: no dia primeiro comemoramos o Dia do Trabalho, e no dia 25 comemoramos o Dia da Indústria. Neste mês do trabalho e da indústria, que não se separam de maneira alguma, queremos poder oferecer cada vez mais desenvolvimento econômico e social a todas as pessoas que aqui vivem e lutam diariamente para desenvolver nosso estado.

 

É nas indústrias que estão os postos de trabalho com melhor média de remuneração, com mais saúde e mais qualidade de vida para todos. É nas indústrias que o arranjo composto por homens e mulheres, máquina e tecnologia tem seu potencial máximo desenvolvido, e a produtividade alcança os patamares mais elevados.

 

O segredo do sucesso econômico de uma sociedade pode ser medido por três grandes variáveis: o valor econômico agregado pelos arranjos produtivos nela existentes; o número de oportunidades que eles geram aos seus habitantes; e o retorno que sua existência traz à sociedade onde o sucesso econômico está inserido.

 

Para que esse arranjo produtivo prospere, ele precisa produzir de maneira eficiente e competitiva, e sua produção precisa chegar ao seu cliente ao menor custo possível. A integração homem-máquina-tecnologia precisa ser feita com uma sintonia muito fina, fazendo com que nossas indústrias sejam cada vez melhores e mais produtivas.

 

Mas de nada adianta sermos eficientes apenas do portão de nossas indústrias para dentro: precisamos estar inseridos em um ambiente onde a busca pela eficiência seja um esforço de todos, e no qual as conhecidas ineficiências de nossa sociedade, como logística precária, impostos abusivos e desperdícios de recursos sejam constantemente 

reduzidos.

 

Por esse conjunto de fatores é que a Federação das Indústrias de Mato Grosso defende tantas pautas como, por exemplo, a melhoria da nossa logística, a redução do custo  do emprego, uma carga tributária mais justa, menor custo de energia, menos burocracia para o cidadão, mais agilidade e eficiência do setor público e muitos incentivos  para que, a cada dia, mais empreendedores se instalem aqui.

 

É nítido e óbvio que a defesa de tais agendas beneficia toda a sociedade, que ganha muito quando o bolo econômico cresce e gera mais oportunidades para todos.  Defender a indústria é defender o direito ao trabalho, mais desenvolvimento e mais riqueza para nossa sociedade.

 

Diariamente, em cada uma das nossas unidades espalhadas pelo estado de Mato Grosso, milhares de pessoas entram em busca de um futuro melhor para si e para os seus.  Desde os jovens estagiários do IEL até os nossos alunos de Sesi e Senai, das crianças aos que já atingiram a melhor idade, todos têm um olho no presente e um olhar  para o futuro, buscando aprender mais e compreender como pessoas, máquinas e tecnologia podem a cada dia entregar mais resultados.

 

Também em base diária nossos professores e consultores estão presentes dentro das indústrias, levando mais conhecimento, tecnologia, eficiência, saúde e educação  para cada pessoa e empresa que atendemos. É assim que cumprimos nossa vocação: apoiar a todos que querem evoluir e avançar profissional e pessoalmente.

 

Nosso trabalho é este: defender, hoje, um futuro melhor para cada um de nós. É por isso que, neste mês, Sesi, Senai, IEL e a Fiemt falam muito sobre a importância da presença da indústria e de quanto ela nos ajuda a melhorar ainda mais nosso futuro. Fiemt é indústria presente.

 

 

*Gustavo de Oliveira é empresário e presidente da FIEMT.

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet