Caldeirão Político Sexta-Feira, 31 de Julho de 2020, 06h:51 | - A | + A

Prestação de contas

A hora chegou para um presidente que debochou do vírus

Da Redação

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, começa a prestar conta aos mortos e das mortes dos americanos vítimas da covid-19, no exame da sua omissão deliberada de comandar o país no enfrentamento da pandemia. Seu governo está sendo cobrado pela Câmara dos Deputados para prestar contas do que fez e, principalmente, deixou de fazer.

 

O líder da equipe de saúde da Casa Branca, o doutor Anthony Fauci, e outras autoridades de saúde testemunharão perante um painel da Câmara nesta sexta-feira (31/07), segundo o jornal The New York Times.

 

Desde o início da pandemia, Trump assumiu uma posição negacionista, debochou da gravidade da crise e até descartou a importância do uso da máscara. Essa negação em assumir as responsabilidades de liderar o país neste momento resultou no desgaste da sua popularidade, como indicam as pesquisas eleitorais que apontam a tendência de derrota para o candidato democrata Joe Biden na eleição de novembro.

 

Os americanos foram duramente atingidos pelo vírus. Trump terá que dar respostas sobre a parte que lhe cabia nesta pandemia que já matou mais de 150 mil pessoas e não dá sinais de que esteja sob controle. O número de casos de óbitos não para de crescer.

 

Qualquer semelhança com a situação do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, que também abriu mão da sua responsabilidade de comandar o país no combate ao vírus, não é mera semelhança. Cedo ou tarde, Bolsonaro terá, também, que prestar contas aos mortos e das mortes dos brasileiros vítimas do coronavírus, que hoje já chegou a mais de 90 mil pessoas.

 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet