Caldeirão Político Segunda-Feira, 18 de Maio de 2020, 18h:54 | - A | + A

O POVO TEM QUE SABER!

Advogados de Cuiabá acreditam na liberação de vídeo na íntegra

da Redação

Em Cuiabá, a expectativa dos advogados Ronimárcio Naves e Rodrigo Cyrineu é ver na íntegra o vídeo da reunião ministerial com o presidente Jair Bolsonaro, em 22 de abril. Naves está convicto de que o ministro Celso de Mello vai liberar a gravação porque o registro foi feito em ambiente público. “A culpa foi de quem deixou gravar. Gravou virou registro e, como foi uma reunião do Poder Executivo,  é público. Então, o povo tem que saber”, constatou Ronimárcio Naves. 

 

Rodrigo Cyrineu, lembrou que Celso de Mello tem um “histórico de levantar o sigilo”, no Supremo Tribunal Federal (STF). “Não seria nenhuma surpresa se ele fizer isso. Faço até uma analogia com a jurisprudência no âmbito do direito eleitoral: não se considera clandestino uma gravação em espaço público”, ressaltou. 

 

Para a defesa do ex-ministro Sérgio Moro,  os "fatos levam à inevitável conclusão" de que a manifestação de Bolsonaro na reunião ministerial de 22 de abril, sobre a troca na "segurança do Rio", se refere à Superintendência da Polícia Federal fluminense.

 

 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet