Caldeirão Político Terça-Feira, 15 de Setembro de 2020, 11h:50 | - A | + A

DELAÇÃO

Blairo nega acusações de Riva de que teria alimentado mensalão em MT

Da Redação

O ex-governador do Estado de Mato Grosso e ex-ministro da Agricultura, Blairo Maggi, negou nesta terça-feira (15), por meio de nota de esclarecimento, que tenha feito repasses ilegais a parlamentares enquanto esteve à frente do Executivo Estadual. O comunicado é uma resposta à delação premiada do ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, José Geraldo Riva, divulgada pela imprensa nesta segunda-feira (14).

 

Riva acusa o ex-governador de ter inaugurado uma "nova sistemática" de mensalão em Mato Grosso, ao implementar o empenho de propina como suplementação orçamentária da Assembleia Legislativa e pagamentos a deputados de oposição. Em nota, Blairo afirma que sua gestão pautou-se na eficiência e transparência e classifica as acusações do delator como absurdas. 

 

Confira a nota na íntegra

 

NOTA À IMPRENSA

 

Sobre a repercussão da delação do ex-deputado José Riva, o ex-governador Blairo Maggi afirma que encerrou seus 8 anos de Governo com 92% de aprovação popular, pois, sua gestão pautou-se na eficiência e transparência. Nunca houve compra de apoio político por parte do Executivo, e por isso, Maggi jamais pactuou com quaisquer irregularidades. 

 

A versão apresentada pelo criminoso delator não se sustenta, pois basta comparar os orçamentos anteriores com os executados durante a gestão e concluir que: houve significativa redução dos repasses! São números, documentos e não ilações! Assim, são absurdas as afirmações do delator. 

 

Maggi afirma que tomará todas as medidas cabíveis contra acusações infundadas como essa.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet