Caldeirão Político Quinta-Feira, 14 de Novembro de 2019, 15h:27 | - A | + A

RUMO A 2020

Carvalho discursa como candidato e ataca Emanuel

Da Redação

Mauro Carvalho decidiu partir para o ataque contra o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB). Discursando como pré-candidato, o chefe da Casa Civil afirmou que não descarta a possibilidade de se lançar ao Alencastro. Mas também não confirma. No entanto, seu discurso duro e conciso contra o prefeito, levam a crer que Carvalho está na disputa.

 

Em entrevista à Rádio Capital FM, Carvalho apontou falhas da gestão do atual prefeito e desabafou sobre as constantes críticas de Emanuel à gestão do governador Mauro Mendes. Questionado sobre uma fala do prefeito, de que o novo Pronto Socorro da capital foi uma ‘bucha de canhão’ deixada por Mendes, Carvalho atacou. 

 

“A bucha de canhão é o que Emanuel Pinheiro fez com a Santa Casa, deixando fechar. Essa foi a bucha de canhão. E o governador Mauro Mendes teve a sensibilidade de reabrir a Santa Casa, totalmente remodelada e prestando 100% dos serviços. Esse é o trabalho do prefeito Emanuel: fechar a Santa Casa de Cuiabá. Mauro Mendes entregou no final do mandato como prefeito de Cuiabá quase 30% da obra do novo Pronto Socorro concluída. A parte mais difícil foi a legalização do terreno. Quem resolveu os problemas foi Mauro Mendes com sua equipe. É ruim o prefeito Emanuel Pinheiro não reconhecer isso, não ter humildade de reconhecer. Essa humildade falta ao Emanuel para reconhecer o que os outros fizeram”.

 

Carvalho também comparou dados econômicos referentes às duas gestões, de Mendes e de Emanuel à frente do Executivo Municipal. “Mauro Mendes entregou a Prefeitura, em 2016, como a 11ª capital em resultados econômicos. Hoje passamos para 25ª capital em resultado. Passamos da letra B para letra C (na nota do município em avaliação do Tesouro Nacional com relação à capacidade de investimento da Prefeitura). Isso é bucha de canhão! Bucha para quem vai assumir a prefeitura no ano que vem. Com relação a salários, até 2016, Mauro Mendes entregou com um gasto de pessoal em 47% cumprindo a Lei de Responsabilidade Fiscal. Hoje está em 51,3%. Isso é a verdadeira bucha de canhão. Como fazer investimento necessários com esses números econômicos da Prefeitura hoje, inclusive com pagamentos de fornecedores atrasados?”. 

 

Mauro Carvalho reclama que foram 10 meses de ataques da Prefeitura contra o Palácio Paiaguás e que agora a postura dele será diferente. "Sempre me comportei de forma discreta na Casa Civil. Mas chegou o momento de fazer essa defesa do governador. Chega! A Casa Civil não vai mais ficar quieta, seja o ataque de quem for. Vamos responder à altura, de forma transparente, séria e honesta”, concluiu.

 

A Prefeitura de Cuiabá, por meio do secretário municipal interino de Governo, Lincoln Sardinha, emitiu uma nota sobre as declarações de Mauro Carvalho. A nota diz que “é compreensível que, com o período eleitoral se aproximando, aqueles que possuem pretensões políticas tendem realmente a falar mais e, não tendo resultados a apresentar, atacam na ânsia de buscar espaço”.

 

Confira abaixo a íntegra da entrevista:

VÍDEO

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet