Caldeirão Político Quinta-Feira, 12 de Setembro de 2019, 12h:08 | - A | + A

Faltam árvores

Cuiabá paga o preço infernal da falta de política ambiental

Pedro Pinto de Oliveira

Da Redação

 

O clima hostil, baixa umidade e calor total, inferniza a vida dos cuiabanos. Críticas, procedentes, às queimadas urbanas e com várias, necessárias, orientações sobre os cuidados com a saúde num ambiente extremo como a cidade vive, em especial para as crianças e idosos. Mas a questão ambiental, central, tem passado ao largo: debate zero sobre as providências de médio e longo prazo que a cidade deveria tomar para mitigar os efeitos desse período de seca.

 

Cuiabá cidade verde é só uma lembrança, uma memória dos velhos, arte na música dos autores locais. E só, porque a realidade não é verde. A cidade perde cobertura vegetal a cada ano e a consequência dessa incúria é o agravamento das condições climáticas adversas. A cidade sem calçadas e a cidade sem sombra das árvores. Por que não tem calçada o povo não repara que não tem árvore?

 

O poder público de uma forma geral não esquenta a cabeça com projetos e cobranças da arborização devida. Qual é o projeto de plantio de árvores da atual gestão? O que já foi feito? Onde estão os resultados? E os órgãos de fiscalização cobram o quê?  Onde estão os vereadores da cidade? Onde está o Ministério Público? A hora é de falar e agir.

 

Árvores, árvores, árvores!  Cuiabá precisa de gente que plante e preserve as árvores; precisa criar um campeonato de bairros mais arborizados e precisa ter a consciência da importância da cobertura vegetal na vida das pessoas que vivem aqui.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet