Caldeirão Político Sexta-Feira, 16 de Agosto de 2019, 20h:35 | - A | + A

Diretoria da PF ameaçou renúncia coletiva por causa da interferência de Bolsonaro

Da redação - Antero Paes de Barros

A revista época registrou na noite desta sexta feira que toda a diretoria da Polícia Federal ameaçou renunciar coletivamente se Jair Bolsonaro insistisse em interferir na nomeação do superintendente da polícia Federal no Rio de Janeiro. O presidente vinha insistindo há meses pela queda do Superintendente da PF do Rio, o que foi feito ontem, mas a diretoria da PF optou por transferir para a cidade maravilhosa, o superintendente da PF de Pernambuco, enquanto o presidente Bolsonaro, dizendo que ele era quem mandava insistia para a nomeação do superintendente de Manaus.O presidente chegou a anunciar que ele era quem mandava e assim seria feito.

Mais tarde voltou atrás, por perceber que toda a diretoria da PF se demitiria e não restaria outra alternativa a Sergio Moro, se não deixar o governo.

Comentário do Antero: O presidente Bolsonaro precisa entender definitivamente que a Polícia Federal é uma polícia de Estado e não uma polícia desse governo para proteger interesses escusos, ou perseguir adversários políticos. Confrontado, o presidente recuou nas suas afirmações anteriores e consentiu com a nomeação do superintendente de Pernambuco. Insta destacar que na Superintendência da PF do Rio de Janeiro é que está o inquérito que investiga o motorista Queiróz, até hoje uma nuvem ameaçadora sobre este governo, pelas suas relações com Flavio Bolsonaro, o senador e filho do presidente.

Será que Bolsonaro queria comandar a PF do Rio para livrar Queiroz e proteger o filhão senador ? É só uma pergunta.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet