Caldeirão Político Quinta-Feira, 06 de Agosto de 2020, 15h:44 | - A | + A

EXPECTATIVA FRUSTRADA

Enquanto Boa Esperança lamenta, Sorriso e Nova Ubiratã estão aliviados

da Redação

Foram 21 anos de espera frustrados para a população do distrito de Boa Esperança, em Sorriso, no médio-norte mato-grossense, pela decisão Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta quarta-feira (05), de veto da Lei 7.264/2000 de emancipação territorial, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). 

 

Além da suspensão da primeira eleição autorizada pelo Tribunal Regional Eleitoral este ano, os cerca de 7 mil habitantes também vêem perdidos os planos de desenvolvimento que a transformação em município traria para o distrito ao ser desmembrado dos municípios de Sorriso e Nova Ubiratã, tendo orçamento e infraestrutura próprios. 

 

Tristeza para uns, alívio para outros. Os municípios de Sorriso e Nova Ubiratã, a 400 km e 480 km de Cuiabá, respectivamente, agora, respiram mais aliviados já que têm garantidos os eleitores e repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FMP), pelo menos por enquanto.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet