icon clock h

Terça-Feira, 30 de Março de 2021, 16h:30 | - A | + A

IRMÃOS COM BOLSONARO

Maçonaria quer povo na rua para celebrar a ditadura militar

Pedro Pinto de Oliveira

A maçonaria brasileira imbicou no rumo da volta da ditadura militar? Pelo tom da nota da sua associação nacional, parece que sim. O pior, com o apoio incondicional ao comandante-geral Jair Messias Bolsonaro, posto na condição primeira de militar, rebaixando para segundo plano a sua condição de poder civil. 

 

A notícia do site O Antagonista sobre a nota maçônica:

 

A Associação Nacional Maçônica no Brasil (Anmb) divulgou uma nota na tarde desta terça-feira (30/03) com o título “Salve, salve, 31 de março!”, em alusão à data do golpe militar de 1964.

O texto diz que a associação “vem a público externar seu apoio incondicional às Forças Armadas do Brasil, na pessoa do seu comandante-geral, o excelentíssimo senhor presidente Jair Messias Bolsonaro”.

Ontem, o então ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, pediu demissão afirmando que “preservou as Forças Armadas como instituições de Estado”. Hoje, os comandantes das três Forças entregaram os cargos.

A associação também faz uma convocação.

“Convocamos a todos os brasileiros que venham às ruas neste 31 de março, que se tornará o marco mais importante das últimas três décadas da nossa nação.”

 

Houve um tempo no qual a confraria era guiada por princípios.

 

À espera de uma palavra em contrário de alguma venerável liderança dos irmãos maçônicos que não embarcam nesta aventura autoritária.

 

ATUALIZANDO

 

Um irmão maçom, fonte de credibilidade do PNB Online, descartou de pronto essa nota e essa associação.

 

"Isso aí é invenção de algum maluco que por acaso também é maçom. Nunca ouvi falar dessa tal associação. 

 

As duas entidades que devem ser levadas em consideração são o GOB (Grande Oriente do Brasil) e as Grandes Lojas (cada estado tem uma). Essas são as duas oficiais realmente, e pela constituição do GOB e Grandes Lojas a política partidária é vedada".

 

Os grãos-mestres das Grandes Lojas confederadas à Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil (CMSB) emitiram uma nota conjunta para contestar as informações.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Flavio Coiro - 01/04/2021

Noticia falsa, essa entidade não representa a Maçonaria Brasileira. e TODAS as potencias regulares e Universais da Maçonaria já emitiram nota de repúdio. Quem tem o mínimo conhecimento da Maçonaria sabe que não se posiciona Politicamente e respeita a opinião de seus membros, todos. Defende todas as leis e obediência civil as Leis, só ai já se nota que só poderia ser FAKE.

Ramon - 01/04/2021

Esse jornalismo caduca: O Antagonista, não tem nenhuma credibilidade, se parece mais com um jornaleco comunista, apoiava a democracia e depois de ser perseguido pelos comunas arriou as "calças"(...) ; E, de um bom tempo prá cá somente crítica o governo e Fecha os olhos para os desvios, desmandos, violência contra o trabalhador, contra os empresários... Só gente desta estirpe pode acreditar que está tudo bem com tudo que está acontecendo. Vai Ver que a exemplo dos mamadores recentes entraram na fila. Mais do mesmo.

Lodovico Settembrini - 31/03/2021

Prezado Frederick, preocupante a falta de concatenação em vossa manifestação. Talvez tenha lhe faltado, mas ouvi dizer que chegou estoque novo de Rivotril na Drogasil. Dá um pulinho lá. Saudações progressistas.

Frederick Mourão Lima e Silva - 30/03/2021

Estamos de olho! Site totalmente parcial, comentários totalmente vexatórios. "Pior"????? "Houve um tempo no qual a confraria era guiada por princípios. À espera de uma palavra em contrário de alguma venerável liderança dos irmãos maçônicos que não embarcam nesta aventura autoritária."??? "A maçonaria brasileira imbicou no rumo da volta da ditadura militar? Pelo tom da nota da sua associação nacional, parece que sim. O pior," Muito cuidado! Comunismo aqui não! Fica a dica!

4 comentários




Informe Publicitário






NEWSLETTER

Cadastre-se e fique por dentro dos últimos acontecimentos e relatos do pnbonline.