Caldeirão Político Sexta-Feira, 15 de Maio de 2020, 18h:33 | - A | + A

PAULO GUEDES

Ministro compara servidores públicos a "assaltantes"

Da Redação

Com O Antagonista

 

 

O ministro da Economia Paulo Guedes voltou a fazer novos ataques aos servidores públicos do Brasil, comparando-os a “assaltantes” em coletiva realizada nesta sexta-feira (15) no Palácio do Planalto.

 

De novo, ele volta no assunto que é a sua obsessão: o congelamento dos salários do funcionalismo público.

 

“Por favor, não assaltem o Brasil, quando o gigante está de joelhos”, pediu o ministro da Economia.

 

Guedes afirmou que Jair Bolsonaro “assumiu o compromisso” de vetar a possibilidade de aumentos de algumas categorias em meio à pandemia, no âmbito do projeto de socorro financeiro a estados e municípios.

 

“As próximas duas semanas serão decisivas: o presidente, de um lado, exercendo o veto e o Congresso, de outro, não derrubando o veto.”

 

O ministro acrescentou:

 

“Vão me criticar amanhã.”

 

E mais:

 

“Eu estou pedindo uma contribuição ao funcionalismo público brasileiro e ao Congresso que não derrube o veto.”

 

Resumo: O "pedido de contribuição" do ministro da Economia do governo Bolsonaro foi acusatório, alertando os servidores para que "não assaltem o Brasil".

Paulo Guedes não disse nenhuma palavra sobre o projeto que cria o imposto sobre as grandes fortunas e heranças milionárias que está parado no Congresso. O fogo neoliberal do ministro só tem como alvo os servidores públicos.

 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet