Caldeirão Político Terça-Feira, 12 de Março de 2019, 14h:29 | - A | + A

OPERAÇÃO VENTRÍLOQUO

MPE pede cassação de deputado por esquema que desviou R$ 9 milhões da AL

DA REDAÇÃO

 

O Ministério Público (MPE) pediu o afastamento e a cassação de mandato do deputado estadual Romoaldo Júnior (MDB), que exerce o mandato no lugar de Allan Kardec (PDT), hoje na Secretaria de Estado de Cultura, por suposto envolvimento no esquema que desviou cerca de R$ 9,4 milhões da Assembleia Legislativa. O esquema foi descoberto com a deflagração da Operação Ventríloquo em 2015 pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).

 

O MP argumenta que Romoaldo deve ser afastado para "evitar que venha a forjar provas, intimidar servidores públicos subordinados, testemunhas dos fatos, descumprir ordens judiciais, obstar a atuação dos órgãos de controle ou continuar perpetrando os ilícitos", além de pedir que o deputado seja proibido de frequentar órgãos públicos "a qualquer título".

 

A ação também pede o bloqueio de bens e a condenação dos ex-deputados José Riva, Mauro Savi, Gilmar Fabris e mais 12 pessoas pelo envolvimento no esquema.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet