icon clock h

Terça-Feira, 30 de Março de 2021, 09h:18 | - A | + A

LUDHMILA HAJJAR

Prefeitura promove evento com médica que recusou Ministério de Bolsonaro

Da Redação

Reprodução

WhatsApp Image 2021-03-30 at 07.15.49.jpeg

 

A Prefeitura de Diamantino (183 km de Cuiabá) promove nesta terça-feira (30.03), às 19h, um webinar com a médica e pesquisadora Ludhmila Hajjar sobre atualizações para tratamento de covid-19. Há cerca de duas semanas, Hajjar foi sondada pelo governo Bolsonaro para substituir o então ministro da Saúde Eduardo Pazuello. A médica, entretanto, afirmou que não aceitou o convite “por motivos técnicos”. 

 

Ludhmila foi convidada com o amplo apoio de nomes importantes no Congresso Nacional, mas não entrou em consenso com o presidente da República em razão de duas questões especiais: lockdown e tratamento precoce. Defensora do distanciamento social como forma de diminuir a escalada da doença no Brasil, a pesquisadora também acompanha a maioria dos cientistas e se coloca contra a prescrição de medicamentos como cloroquina, ivermectina e azitromicina em casos de covid-19. 

 

O evento promovido pela Prefeitura de Diamantino nesta terça-feira (30.03) será aberto somente para profissionais da saúde que atuam diretamente no enfrentamento da pandemia, tanto no município, como de cidades vizinhas da região  Médio Norte do estado. Conforme o prefeito Manoel Loureiro (MDB), também médico, o webinar será uma oportunidade de ouvir um nome importante que vem pensando o enfrentamento do coronavírus no país. 

 

“Estamos vivendo uma pandemia jamais vista. Então, este vídeo-aula com a Dra. Ludhmila Hajjar, que é uma das grandes referências nacionais no assunto, é de grande importância para os profissionais da saúde”, disse o prefeito. 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS




Informe Publicitário






NEWSLETTER

Cadastre-se e fique por dentro dos últimos acontecimentos e relatos do pnbonline.