Caldeirão Político Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 15h:48 | - A | + A

INOCENTE

Sérgio Ricardo nega ter firmado acordo de delação

Da Redação

O ex-deputado estadual e conselheiro afastado do Tribunal de Contas, Sérgio Ricardo, negou que tenha firmado acordo de delação premiada com a Justiça. Por meio dos advogados que o defendem, Sérgio Ricardo encaminhou uma nota à imprensa para desmentir a informação de que teria confessado crimes para colaborar com a Justiça. No comunicado, o ex-deputado ressalta que é réu em duas ações penais, mas que não cometeu crime algum e que é "vítima de alegações criminosas".

 

Confira abaixo a nota:

 

A defesa do Conselheiro Sérgio Ricardo, representada pelo escritório Saulo Gahyva Advogados, vem a público negar veemente as informações recentemente divulgadas pela imprensa, sugerindo que o Conselheiro tenha firmado delação premiada.

 

A informação é covarde e leviana.

 

Infelizmente, a colaboração premiada se tornou um instrumento por meio do qual contumazes praticantes de atos ilícitos tentam se eximir da responsabilidade penal, imputando crimes à terceiros, ainda que estes não tenham qualquer participação. 

 

Nas duas ações penais que figura como réu, Sérgio Ricardo é vítima de alegações criminosas, lançadas de forma temerária, sem nenhum amparo probatório. 

 

Ao longo de sua trajetória como Deputado Estadual e Conselheiro do Tribunal de Contas de Mato Grosso não participou ou coadunou com qualquer ato ilícito, sempre prezando pelo estrito cumprimento da lei e a máxima eficiência.

 

Sérgio Ricardo prosseguirá exercendo firmemente o seu direito de defesa em todas as instâncias judiciais, com plena confiança no Poder Judiciário, e informa que buscará a responsabilização civil e criminal dos responsáveis pela divulgação dessa informação mentirosa.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet