Caldeirão Político Sexta-Feira, 24 de Janeiro de 2020, 08h:52 | - A | + A

EDUCAÇÃO

Sem Sisu e a volta do vestibular

Da Redação

A Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) desistiu de utilizar o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação, para preencher 48 vagas de seu vestibular. A instituição alegou que houve "problemas técnicos junto ao Sisu" e que aguardou retorno do MEC até segunda-feira (20.01) para "habilitar a seleção", mas que não teve resposta.

 

Por conta desse impasse, as vagas que seriam disponibilizadas pelo Sisu serão preenchidas pelo vestibular da própria instituição, realizado em dezembro de 2019.

 

Imagine se a moda pega e as universidades federais, que entraram em rota de colisão com o ministro da Educação em diversas oportunidades, decidissem abandonar o Sisu para que administrassem a seleção de suas vagas.

 

A UFMT mantém o Sisu como porta de entrada para estudantes em seus câmpus. Este ano, por exemplo, são 6.098 vagas para 115 cursos em Cuiabá, Rondonópolis, Sinop, Araguaia e Várzea Grande.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet