Caldeirão Político Quinta-Feira, 19 de Novembro de 2020, 16h:25 | - A | + A

PROJETO PILOTO

Sete comarcas implantam programa de ações jurídicas 100% digitais

da Redação

com Assessoria

Agência Brasil

compras on line

 

Um projeto-piloto do “Juízo 100% Digital” será realizado por 180 dias nos Fóruns de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop, Cáceres, Alta Floresta e Mirassol D’Oeste. Ao todo 13 unidades jurisdicionais destas Comarcas vão poder fazer citações, intimações, audiências e atos extraprocessuais, como o atendimento às partes e aos advogados, por meio eletrônico e remoto, com a utilização da internet. A medida foi publicada pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), no Diário da Justiça Eletrônico (DJE), no início desta semana.

 

No entanto, a escolha pelo “Juízo 100% Digital” é facultativa e será exercida pelas partes no processo. A recusa do procedimento por ser feita pela demandada até o momento da contestação. Já as audiências e sessões ocorrerão exclusivamente por videoconferência. Além disso, o “Juízo 100% Digital” deverá prestar atendimento remoto durante o horário de expediente forense por telefone, por e-mail, por videochamadas, por aplicativos digitais ou por outros meios de comunicação que venham a ser definidos pelo tribunal.

 

Na capital, a opção digital está disponível na 2ª Vara Especializada em Direito Bancário; 3ª Vara Cível; 8º Juizado Especial Cível; 1ª Vara Especializada em Direito Bancário; 3ª Vara Especializada da Fazenda Pública. Em Várzea Grande, no Juizado Especial do Jardim Glória; 3ª Vara Cível; Vara Especializada em Direito Bancário. Em Rondonópolis, na 1ª Vara Especializada da Fazenda Pública. Em Sinop, na Vara Especializada dos Juizados Especiais; Em Cáceres, 3ª Vara Cível e em Alta Floresta, na  3ª Vara Cível e na 1ª Vara de Mirassol D’Oeste.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet