Economia Sexta-Feira, 05 de Julho de 2019, 13h:06 | - A | + A

INDÚSTRIA ETANOL DE MILHO

Grupo Inpasa vai investir R$ 5 bi em Mato Grosso até 2020

Em 15 dias tem início a produção de1,5 milhão de litros/dia, em Sinop

Secom-MT

O Grupo Inpasa reafirmou ao governador Mauro Mendes que a empresa irá manter os investimentos previstos para o Estado. De acordo com o diretor executivo da empresa, Rafael Augusto Ranzolin, o ambiente do Estado é propício para o desenvolvimento da cadeia do etanol de milho. “Temos  incentivos fiscais atrativos para a indústria de etanol de milho além da matéria prima”, disse.

 

Segundo Ranzolin, nos próximos 15 dias a primeira usina de etanol do grupo no Brasil entrará em funcionamento na cidade de Sinop, em investimento superior a R$ 1 bilhão. Além dessa planta, uma nova unidade será construída em Nova Mutum e já existe a prospecção de outros empreendimentos pelo Estado, que totalizam o valor em investimentos na ordem de R$ 5 bilhões.

 

“Estamos aqui para reafirmar os investimentos que estamos realizando em Mato Grosso. Este mês estaremos iniciando as operações na planta de Sinop, uma planta com tecnologia de 22 países, e a gente vai produzir 1 milhão e meio de litros de álcool ao dia, durante os 365 dias do ano”, ressaltou.

 

A Inpasa, conforme explicou o diretor, está bem consolidada no Estado e mantém o compromisso com os produtores que confiaram na cadeia produtiva do milho.

 

“Hoje o Etanol de milho está entre os maiores marcos na industrialização do Brasil”, frisou.

 

Ranzolin acrescentou que a empresa irá atuar no mercado interno, que também é um grande consumidor. Contudo, grande parte do que será industrializado tem como foco a exportação.

 

“É um investimento que tem o poder de atingir o mundo. O Etanol de milho é sustentável, essa pegada ecológica vai fazer com que se consolide plenamente o etanol de milho em Mato Grosso. Não estamos fazendo Etanol somente para vender ao Estado, mas para o mundo”, destacou, deixando claro que o grupo acredita na potencialidade do Estado.

 

“O milho não será apenas uma rotação de cultura para o produtor, mas um ganho eterno”, disparou.

 

Para o governador Mauro Mendes, o investimento do grupo comprova que o Estado se mantém competitivo tanto para o consumo interno do produto como na produção para exportação. “Hoje o Estado tem a menor alíquota de etanol do país, de 10,5% para as operações internas. Mesmo com a alteração prevista no projeto de reinstituição de incentivos fiscais, isso sobe para 12,5%, continuando entre as menores do país. Já nas operações interestaduais o valor é de 6%, podendo cair 0,5% com o aumento da produção”, explicou o governador.

 

“Estamos trabalhando para tornar esse Estado mais competitivo, com oportunidades, segurança jurídica e com justiça fiscal”, ponderou.

 

A confirmação da manutenção dos investimentos em Mato Grosso contou com a presença do diretor presidente da empresa José Odvar Lopes, o vice-governador Otaviano Pivetta, dos secretários Mauro Carvalho (Casa Civil) e César Miranda (Desenvolvimento Econômico),e  do deputado e líder do governo na Assembleia Legislativa, Dilmar Dal Bosco.

 

A Usina

 

Com o início da operação da Inpasa em Sinop serão gerados 280 empregos diretos e cerca de 1.500 empregos indiretos. A produção anual será de 460 milhões de litros de álcool por ano, moendo 1 milhão de toneladas de milho.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet