Economia Quinta-Feira, 08 de Outubro de 2020, 09h:10 | - A | + A

ACIMA DA PREVISÃO

MT atinge R$ 13 bilhões em arrecadação e fecha quadrimestre em superávit

Secretário de Estado de Fazenda apresentou os resultados positivos para deputados na ALMT.

Da Redação

Gcom

Palácio Paiaguás

 

Mesmo com a crise causada pelo novo coronavírus, o Estado de Mato Grosso apresentou no segundo quadrimestre do ano resultados superiores aos do mesmo período de 2019 em arrecadação. Entre maio e agosto de 2020 a receita bruta chegou a R$15 bilhões, enquanto a líquida ficou em R$13,8 bilhões. O resultado superou as expectativas do Governo, que havia previsto uma receita líquida de R$ 10,8 bilhões. 

 

Com os bons resultados, o estado recuperou a capacidade de investimento e registrou um superávit de R$ 2,8 bilhões até agosto deste ano, já descontados juros ativos e passivos. Os dados foram apresentados à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) nesta quarta-feira (07.10) pelo secretário estadual de Fazenda, Rogério Gallo. 

 

O secretário atribuiu o aumento na arrecadação a alguns fatores. Entre eles, o crescimento do agronegócio, que, ao contrário de outros setores, não foi atingido pela crise e chegou a anunciar investimentos nos últimos meses. A injeção de recursos na economia local por meio do auxílio emergencial aos trabalhadores também foi apontada como um fator que ajudou a aumentar a arrecadação tributária. 

 

Neste sentido, Gallo destacou que para que o bom resultado seja mantido em Mato Grosso, é importante que o Governo Federal mantenha alguma política de transferência de renda, além do Bolsa Família, até que a economia consiga se estabilizar. Esta semana, o ministro da Economia, Paulo Guedes, chegou a afirmar que o governo estaria focado em avançar com o programa Renda Cidadã, cujo financiamento encontra impasses.

 

O secretário garantiu que o aumento na arrecadação vai gerar investimentos a partir do próximo ano. “Temos hoje um estado com as receitas estruturais em equilíbrio fiscal e a partir do ano que vem poderemos aumentar os investimentos, como já estamos fazendo. Vamos investir mais em educação, saúde, infraestrutura, gerar empregos e valor que resultará em renda para a população”, afirmou aos deputados.

 

Os parlamentares se mostraram otimistas com os resultados apresentados pelo Governo. O presidente da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária (CFAEO), deputado Romoaldo Júnior (MDB), destacou que há muitos anos não se via o estado com arrecadação superior às despesas. “A LOA prevê investimentos de R$ 2 bilhões para o ano que vem e é isso que a população que está lá no interior quer ver, escolas, segurança e saúde. Se Mato Grosso continuar neste caminho, mesmo com a pandemia, vai melhorar muito e quando isso acontece, melhora também a qualidade de vida das pessoas”.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet