icon clock h

Terça-Feira, 06 de Abril de 2021, 10h:53 | - A | + A

DEU NO UOL ESPORTES

Arena Pantanal deixa de ser elefante branco

O estádio será palco da Série A do futebol brasileiro, em 2021, com o Cuiabá Esporte Clube

Secom-MT

Rodolfo Perdigão/ Secom-MT

Arena

 

A Arena Pantanal deixou de ser considerada um elefante branco, como são conhecidas as obras que acabam sem finalidade. É o que destaca o site especializado Uol Esporte, nesta sexta-feira (02.04), apontando que a boa utilização dos recursos pelo Governo do Estado fez com o local cumprisse o papel multifunções para o qual foi construído.

 

O estádio será palco da Série A do futebol brasileiro, em 2021, com o Cuiabá Esporte Clube, que irá disputar partidas no campeonato brasileiro. Além disso, a arena abriga o Centro de Triagem Covid-19, grande responsável pela testagem e tratamento precoce da população no combate à pandemia. Mais de 140 mil pessoas da Baixada Cuiabana já passaram pelo local e receberam amplo atendimento, com diagnóstico, consulta médica, exame de tomografia e medicamentos, quando necessário.

 

A Arena Pantanal ainda abriga a Escola Arena (Escola Estadual Governador José Fragelli, para cerca de 400 alunos do 7º ano Fundamental até o 1º ano Médio), a Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer do Estado, uma unidade do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e o centro de arrecadação de alimentos do programa Vem Ser Mais Solidário, coordenado pela primeira-dama Virginia Mendes.

 

Confira a íntegra da matéria

 

Um dos 12 estádios construídos ou reformados no Brasil para a Copa do Mundo de 2014, a Arena Pantanal completa hoje (2) sete anos de seu jogo de inauguração. Mais do que a data comemorativa, o ano é importante porque pela primeira vez há uma perspectiva de realização de jogos de elite com frequência no local, graças ao acesso do Cuiabá à Série A do Brasileirão.

 

Além da Arena Pantanal, Arena da Amazônia, Arena das Dunas, Arena Pernambuco e Mané Garrincha desde o Mundial se tornaram "elefantes brancos", estádios que só recebem jogos de pouco apelo ou caça-níqueis de empresários em acordo com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e grandes clubes, principalmente do Rio de Janeiro — até um esquema de corrupção na venda de mandos foi descoberto.

 

Em 2021, porém, a arena passa a ser um estádio que não depende mais de "favores" para ter futebol de alto nível. Fundado em 2001, o Cuiabá Esporte Clube subiu para a Série A junto com Chapecoense, América-MG e Juventude e colocou o Mato Grosso na elite após 25 anos. O time usa o estádio desde a inauguração.

 

Leia a matéria no UOL ESPORTE: Ex-elefante branco

 

 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS




Informe Publicitário






NEWSLETTER

Cadastre-se e fique por dentro dos últimos acontecimentos e relatos do pnbonline.