Esportes Quarta-Feira, 12 de Fevereiro de 2020, 23h:39 | - A | + A

SUL-AMERICANA

Bahia afasta má fase, derrota Nacional-PAR e sai na frente na Sul-Americana

Na noite desta quarta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador, o time baiano derrotou o Nacional, do Paraguai, por 3 a 0

ESTADÃO CONTEÚDO

Reprodução/ Facebook Bahia

Bahia e Nacional

 

O Bahia afastou a má fase e saiu na frente pela vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana. Na noite desta quarta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador, o time baiano derrotou o Nacional, do Paraguai, por 3 a 0, no jogo de ida da primeira fase. Gilberto, Gregore e Élber anotaram os gols da vitória.

A partida de volta acontece na Quarta-feira de Cinzas, no dia 26, às 19h15, em Assunção, no Paraguai. A equipe comandada por Roger Machado pode até perder por dois gols de diferença que fica com a classificação. Os confrontos da segunda fase serão conhecidos por sorteio.

O Bahia entrou em campo em momento delicado após a eliminação precoce na Copa do Brasil (perdeu para o River por 1 a 0) e a derrota para o rival Vitória, por 2 a 0, pela Copa do Nordeste. Para isto, Roger resolveu barrar o meia Daniel, apostando no atacante Rossi, além do goleiro Douglas. As mudanças e a pressão deram resultados. O Tricolor foi um time elétrico no primeiro tempo, com movimentação e atitude. As novidades para o duelo acabaram fazendo a diferença.

Anderson apareceu bem para segurar finalização de Franco, no primeiro lance de perigo do duelo. Dos pés de Rossi, pouco antes do intervalo, veio o passe para que os donos da casa abrissem o placar. Aos 40 minutos, o atacante acionou Flávio e recebeu passe de calcanhar dentro da área. Aí foi só rolar para Gilberto completar para o gol. Aproveitando o bom momento, o time brasileiro ampliou logo em seguida. Gregore ficou com a sobra na entrada da área e finalizou colocado, acertando o ângulo de Espínola. Um golaço.

O Bahia não diminuiu o ritmo após o intervalo e ampliou logo no começo da segunda etapa. Clayson enxergou a entrada de Gilberto em liberdade e deu belo lançamento. O centroavante invadiu a área e tocou na saída do goleiro, que travou a jogada. No rebote, Élber apareceu no segundo pau para completar, aos três minutos.

Os donos da casa seguiram em cima, tentando aumentar a diferença Juninho e Élber tentaram, mas não finalizavam com precisão.

Aos poucos, o Nacional saiu para o jogo e começou a rondar o gol adversário, mas Anderson apareceu bem para segurar o adversário. Primeiro, saindo nos pés de Villagra, depois em chute de fora da área de Benítez.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 3 x 0 NACIONAL-PAR

BAHIA - Anderson; João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Flávio, Gregore e Clayson; Rossi (Jadson), Gilberto (Fernandão) e Élber. Técnico: Roger Machado

NACIONAL-PAR - Juan Espínola; Franco, Garay, Cabral e Farid Díaz (Durê); Alexis González (Villagra), Riveros, Zaracho e Franco Costa; Santacruz (Benítez) e Beltrán. Técnico: Roberto Torres.

GOLS - Gilberto, aos 40, e Gregore, aos 42 minutos do primeiro tempo. Élber, aos três minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Garay (Nacional-PAR).

ÁRBITRO - Roberto Tobar (CHI).

RENDA - R$ 165.430,50.

PÚBLICO - 15.645 pagantes.

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet