Esportes Terça-Feira, 11 de Agosto de 2020, 23h:53 | - A | + A

RESUMO DA 2ª RODADA

Confira os resultados dos oito jogos da segunda rodada da Série B

Ao apito final, Botafogo-SP, Juventude, Cruzeiro, Paraná e Cuiabá saíram de campo com a vitória. Nos demais, empates

Assessoria/ CBF

Oito jogos deram o pontapé inicial na segunda rodada da Série B na noite desta terça-feira (11). Ao apito final, Botafogo-SP, Juventude, Cruzeiro, Paraná e Cuiabá saíram de campo com a vitória. Enquanto outros três confrontos terminaram com uma igualdade no placar: Brasil-RS x Ponte Preta, Náutico x Operário-PR e Figueirense x Vitória. Veja os detalhes das partidas:

 

Botafogo-SP 2 x 0 Confiança

 

O Botafogo foi quem deus as cartas durante os primeiros 45 minutos de bola rolando. E não demorou muito para inaugurar o marcador. Logo aos seis, Ronald recebeu bom passe de Tanque e bateu cruzado para o fundo da meta. O camisa 21 ainda teve duas boas chances para aumentar a vantagem do time da casa antes do intervalo, mas esbarrou na defesa adversária. O Confiança começou o segundo tempo correndo atrás do prejuízo e chegou a assustar com Mikael e Reis. Mas foi novamente Ronald que apareceu para estufar as redes e ampliar a contagem no Estádio Santa Cruz. Aos 22, o atacante do Pantera aproveitou um vacilo da defesa sergipana, saiu em velocidade e mandou de cobertura para fazer 2 a 0 e dar número finais ao confronto. 

 

Brasil-RS 1 x 1 Ponte Preta

O primeiro tempo no Bento Freitas foi de pouca emoção. Enquanto o Xavante se fechava na marcação, a Macaca rodava a bola no ataque sem encontrar os espaços. E o placar seguiu zerado até o intervalo. Já na etapa complementar, o panorama foi diferente. Aos 13 minutos, Bruno Rodrigues, de pênalti, colocou a Ponte Preta em vantagem. Buscando o empate, o Brasil melhorou no jogo. Gabriel Poveda e Luiz Henrique criaram boas chances, mas carimbaram a trave. Até que, aos 38, Rodrigo Ferreira colocou a bola na área, Lázaro foi no segundo andar e fez o cabeceio certeiro para deixar tudo igual. 

 

Sampaio Corrêa 0 x 1 Juventude

 

As equipes fizeram início de duelo movimentado no Castelão. Jogando em casa, o Sampaio teve as melhores chances. Jackson, Gustavo Ramos, Daniel Penha e Eloir assustaram. Enquanto o Juventude respondeu com João Paulo e Bochecha. Se o 0 a 0 permaneceu durante os primeiros 45 minutos, no começo do segundo tempo a história mudou. Aos seis, Helder foi derrubado dentro da área. Com a bola na marca da cal, João Paulo fez a batida de manual: bola para um lado, goleiro para o outro e mais uma vitória garantida para o Papo na Série B. 

 

Bruno Haddad/Cruzeiro

Cruzeiro

 

Guarani 2 x 3 Cruzeiro

O duelo começou em ritmo alucinante no Brinco de Ouro. Waguininho, logo aos dois minutos, acertou o ângulo da meta cruzeirense para colocar o time da casa na frente. Só que a vantagem durou pouco. Aos cinco, Régis aproveitou cruzamento rasteiro dentro da área e de primeira deixou tudo igual para a Raposa. Mas os visitantes queriam mais. Maurício, Jean e Cacá assustaram. E Marcelo Moreno, de pênalti, virou para o Cruzeiro, aos 29. A partida seguiu movimentada para o segundo tempo, com os dois times buscando o gol. Na marca dos 27, Didi igualou o marcador mais uma vez. Após cobrança de falta de Bidu, Todinho fez o desvio e o zagueiro apareceu para completar para o fundo das redes. Mas novamente a alegria passou rápido. Dois minutos depois, Léo selou a vitória da equipe mineira: 3 a 2. 

 

Paraná 1 x 0 Avaí

Paraná e Avaí fizeram um primeiro tempo morno em Curitiba. Sem grandes oportunidades de gol, o placar seguiu zerado para o intervalo. Depois da conversa no vestiário, o Tricolor começou o segundo tempo partindo para cima. Jhony Douglas, aos dez, carimbou o travessão, enquanto Renan Bressan, duas vezes, parou no goleiro Lucas Frigeri. Já na marca dos 23, Thales foi quem assustou para o time da casa. Demorou, mas a insistência paranista fez efeito. Jean colocou a bola na área e, após bate-rebate, Victor Sallinas mandou contra o próprio gol. 

 

 

 

 

Náutico 0 x 0 Operário-PR

 

O placar não mexeu durante o primeiro tempo nos Aflitos, mas não foi por falta de tentativa, principalmente do time da casa. Kieza e Jean Carlos tentaram, mas esbarraram na falta de pontaria. Enquanto Hereda e Rhaldney acertaram o alvo e viram Rodrigo Viana evitar o gol. Já o Operário respondeu em finalização de Thomaz. Na volta do intervalo, os visitantes equilibraram as ações. Jefinho e Lucas Batatinha quase marcaram. E Kieza, em duas oportunidade, assustou para o Náutico. Apesar das chances o duelo seguiu sem gols até o apito final.

 

América-MG 0 x 1 Cuiabá

Se o 0 a 0 insistiu em permanecer durante toda a etapa inicial. O Cuiabá tratou de mudar a história logo aos quatro minutos do segundo tempo. Em boa trama no ataque, Felipe Marques deixou de calcanhar para Romário. O camisa 6 cruzou na área e a bola sobrou limpa para Rafael Gava soltar uma bomba e abrir a contagem no Independência: 1 a 0. Tentando o empate, o América chegou com perigo pelos pés de Felipe Augusto, aos oito, e Alê, aos 23, mas não conseguiu evitar a derrota. 

 

Figueirense 0 x 0 Vitória

A partida demorou a engrenar no Orlando Scarpelli e o primeiro tempo teve uma chance para cada lado. Thiago Carleto mandou de fora da área para o Vitória, aos 27. Enquanto, nos minutos finais, Patrick respondeu na mesma moeda para o Figueirense. Querendo o primeiro triunfo na Série B, o time da casa acelerou o ritmo na etapa complementar. Em menos de dez minutos, Diego Gonçalves, duas vezes, e Marquinho chegaram com perigo, mas pararam em três grandes defesas de Ronaldo. Ainda arriscando de longe, Léo Ceará e Thiago Carleto assustaram para o Rubro-Negro. Mas nada de tirar o zero do marcador. 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet