Esportes Segunda-Feira, 09 de Setembro de 2019, 09h:34 | - A | + A

SÉRIE - B

Cuiabá perde fora de casa e cai na classificação da Série B (VEJA TABELA)

O Dourado foi derrotado pelo Operário (PR) pelo placar de 2 a 1, fora de casa

WISLEY TOMAZ

DA REDAÇÃO

O Cuiabá Esporte Clube perdeu a oportunidade de entrar definitivamente para o grupo dos primeiros quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro da Série B neste final de semana. O Dourado foi até Ponta Grossa (PR) e foi derrotado pelo Operário (PR), que fez valer o mando de campo ao vencer o duelo por 2 a 1. Com o resultado, o time mato-grossense caiu para a 7ª colocação da competição e se manteve com 31 pontos. Na partida anterior o Cuiabá recebeu o Criciúma (SC) na Arena Pantanal, em Cuiabá, mas não saiu de um empate de 0 a 0. Na próxima rodada o Dourado joga fora novamente, também no estado do Paraná, dessa vez contra o Paraná Clube, no Durival Britto, às 18 horas do próximo sábado (14) - em Curitiba.  

AssCom/ Dourado

Cuiabá e Operário B

Cuiabá perde fora de casa e cai na classificação da Série B.

 

O Jogo  - Operário e Cuiabá entraram em campo de olho no G-4. Jogando em casa, a equipe paranaense abriu o placar, aos 22 minutos do primeiro tempo. Rodrigo Viana deu belo lançamento para Maílton, que saiu em velocidade, limpou a marcação e bateu com categoria para fazer 1 a 0. Tentando o empate, o Dourada teve boas chances para marca. A primeira veio ainda na etapa inicial com Hélder. 

 

Nos primeiros minutos do segundo tempo, Júnior Todinho carimbou a trave, aos 6. Cinco minutos depois, foi o Operário que voltou a balançar as redes. Cleyton cobrou falta na área, Rodrigo fez o desvio e Victor salvou o Cuiabá. Só que no rebote Lucas Batatinha não perdoou e ampliou a contagem. Nos acréscimos, Todinho recebeu cruzamento de Mateus Anderson e descontou para os visitantes: 2 a 1 e fim de jogo.  A vitória colocou o Operário na quinta posição, com 32 pontos. Enquanto o Cuiabá caiu para o sétimo lugar, com 31. 

 

Veja outros resultados 

 

Nada de gols entre paulistas e mineiros 

 

Botafogo e América fizeram um primeiro tempo de poucas chances no Estádio Santa Cruz. De um lado, o Coelho assustou em chute de William Maranhão. De outro, os paulistas chegaram em cabeçada de Marlon Freitas. E foi só. Já na etapa complementar, a história foi diferente e o duelo ganhou em emoção. Mesmo jogando fora de casa, o América foi para cima e criou as melhores oportunidades  até os 20 minutos. Marcelo Toscano, Neto Berola e Zé Ricardo apareceram bem para os mineiros, mas esbarraram tanto na falta de pontaria quanto na boa atuação de Darley. A partir dos 25 minutos  foi a vez do Botafogo tomar conta do campo ofensivo chegando com perigo em finalizações de Henan e Nadson. Apesar das chances criadas a rede insistiu em não balançar o marcador seguiu zerado  até o apito final. Com o resultado, o Botafogo se manteve na décima posição, com 29 pontos. Já o Coelho tem 26 e ocupa a 12ª colocação. 

 

Oeste bate o Guarani fora de casa e deixa o Z-4

 

Indo de uma ponta a outra da tabela, Guarani e Oeste protagonizaram um confronto direto na briga contra o rebaixamento. No Brinco de Ouro, foi o Rubrão que dominou os primeiros minutos do jogo e não demorou nem três minutos para abrir o placar. Aos dois, Roberto aproveitou uma sobra após bola alçada na área e bateu colocado direto para o fundo das redes. Os visitante continuaram controlando o jogo, mas viram Arthur empatar o jogo para o Bugre, aos 22 minutos. O camisa 8 tabelou com Bady e chutou rasteiro sem dar chances de defesa. Mas a igualdade durou pouco e, aos 25, o Oeste retomou a vantagem. Alyson fez o cruzamento na medida para Fábio mandar para o gol: 2 a 1. Na etapa complementar, o Guarani tentou equilibrar as ações  e voltou a empatar a partida e novamente com Arthur. Dessa vez, o meia cobrou falta com perfeição para deixar tudo igual. Só mais uma vez a resposta do Rubrão foi rápida e certeira. Aos 21, Thiaguinho aproveitou uma falha na saída de bola do Bugre e tocou para Bruno Gonçalves fazer 3 a 2 e dar números finais ao duelo: 3 a 2. 

 

Com o triunfo, o Oeste chegou aos 23 pontos e deixou a zona de rebaixamento. Já o Guarani é o lanterna, com 19 pontos. 

 

Sport vence o Bragantino e vai dormir na vice-liderança

 

Querendo se manter no G-4, o Sport tinha pela frente o líder Bragantino. Em jogo bastante movimentado, as equipes buscaram o ataque desde os primeiros minutos. Aos 22 da etapa inicial, depois de ótima trama rubro-negra, Leandrinho abriu o placar na Ilha do Retiro. Guilherme fez o lançamento na área e Hernane ajeitou de peito para o meia, que bateu bonito sem dar chances de defesa. Minutos antes do intervalo veio o empate do Alvinegro. Edimar cobrou escanteio na medida para Léo Ortiz cumprir e Lei do Ex e deixa tudo igual no marcador. No segundo tempo, o jogo continuou em ritmo acelerado, mas a rede só voltou a balançar aos 47 minutos. Pedro Carmona fez boa jogada individual pela esquerda e cruzou para Guilherme estar firme e garantir a vitória rubro-negra dentro de casa: 2 a 1.  

 

Com a vitória, o Rubro-Negro pernambucano se consolidou no G-4, com 35 pontos somados. Enquanto o Bragantino segue isolado na liderança, com 41 pontos. 

 

No domingo

 

Atlético (GO) vence o Coritiba e assume a vice liderança da Série B 

 

Com o resultado, Dragão pulou para o segundo lugar, enquanto o Coxa caiu para a quarta posição Em briga direta na parte de cima da tabela, o Atlético-GO se impôs fora de casa, bateu o Coritiba por 2 a 1, pela 21ª rodada da Série B, e assumiu a vice-liderança, com 37 pontos.  No Couto Pereira, Moacir e Rodrigo Rodrigues marcaram para o Dragão, enquanto Rafinha descontou para o Coxa na tarde deste domingo (8). 

 

O jogo  - Mesmo jogando fora de casa, o Atlético-GO comandou boa parte do primeiro tempo precisando de apenas três minutos para inaugurar o placar. Jorginho apareceu pela esquerda, fez o cruzamento e Moacir chegou para finalizar, a bola ainda desviou no meio do caminho e foi morrer no fundo das redes: 1 a 0. Ainda no ataque, o Dragão quase ampliou em cabeçada de Pedro Raul, aos dez. A resposta do Coritiba veio no minuto seguinte com Rodrigão. Mas foram os visitantes que continuaram pressionando. Mike e Gilvan tiveram duas boas chances em sequência, aos 15. Na primeira, Diogo Mateus evitou o gol e, na segunda, o travessão salvou o Coxa. A partir daí o ritmo do jogo diminuiu. Correndo atrás do empate, o time da casa voltou a assustar nos minutos finais do primeiro tempo em finalizações de Giovanni e Rodrigão, mas sem sucesso.

 

Na volta do intervalo, o Coxa começou em cima e, com menos de um minuto, Patrick obrigou Kozlinski a fazer uma grande defesa. O Coritiba seguiu no campo ofensivo, mas não conseguiu chegar com perigo. Até que, aos 28, o Atlético voltou a marcar. Reginaldo colocou a bola na área, Jorginho testou firme e Alex Muralha fez a defesa, mas no rebote Rodrigo Rodrigues não perdoou: 2 a 0. Já na marca dos 35, os donos da casa diminuíram a vantagem goiana. Rafinha aproveitou uma sobra na área e mandou para o gol. O Verdão tentou uma pressão final, mas não conseguiu chegar ao empate. (Com informações da CBF) 

 

CONFIRA A TABELA ATUALIZADA DA SÉRIE B 

 

FONTE - CBF

TABELA SÉRIE B

 

 

 

 

 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet