icon clock h

Terça-Feira, 08 de Junho de 2021, 23h:38 | - A | + A

ELIMINATÓRIAS

Diante de 10 mil torcedores, Colômbia busca empate com a Argentina nos acréscimos

Argentina segue patinando em sua caminhada rumo à Copa do Mundo do Catar, já que empatou mais uma vez

ESTADÃO CONTEÚDO

AFA

ARGENTINA

 

A Argentina segue patinando em sua caminhada rumo à Copa do Mundo do Catar. Depois de tropeçar e apenas empatar em casa com o Chile, voltou a vacilar ao ceder a igualdade em visita à Colômbia, nos acréscimos. O perigoso time de Reinaldo Rueda recompensou o apoio de 10 mil vozes, em Barranquilla, com reação para chegar ao 2 a 2 depois de sair com dois gols de desvantagem

A vantagem argentina foi construída em início fulminante, em Barranquilla. Porém, as substituições ofensivas de Rueda fizeram resultado com gols de Muriel e Borja, ambos entrando no decorrer do confronto. A Argentina segue na segunda posição das Eliminatórias, com 12 pontos, enquanto os colombianos subiram para oito e estão na briga pela vaga de repescagem.

Num início arrasador, a Argentina precisou de somente sete minutos para abrir importante 2 a 0 no marcador, calando o público de 10 mil presentes no estádio Metropolitano. Encontrando muita facilidade na defesa rival, foi logo marcando com o zagueiro Romero, de cabeça, entre os defensores.

Logo depois foi a vez de Paredes viver dia de Messi. O volante entrou driblando a marcação e colocou no canto de Ospina, que nada pôde fazer. Enorme festa hermana num lance que teve furada incrível e rara de La Pulga. O astro argentino, porém, viu o camisa 5 consertar o lance em grande estilo.

Com o placar favorável, os argentinos se postaram na defesa apenas tentando encaixar um contragolpe para ampliar. Por outro lado, os colombianos não tinham outra saída senão ir ao ataque. Cuadrado era quem mais levava perigo nós cruzamentos de escanteio ou ao lugar para recuperar a bola. Nada, contudo, que preocupasse um visitante bastante à vontade em campo.

Lautaro Martínez e González perderam boa chance de ampliar num mesmo lance. Defesa milagrosa e depois finalização raspando a trave. Para reagir, Reinaldo Rueda trocou um volante pelo atacante Muriel com apenas 30 minutos para tentar "acordar" a seleção colombiana. Sua ideia de retranca fez água com os dois gols relâmpagos.

Numa partida de futebol bem jogado com duas seleções bastante ofensivas, um lance duro na área Argentina causou enorme susto. Uma trombada feia do zagueiro Mina com Martínez paralisou o jogo por sete minutos. O goleiro recebeu atendimento médico e acabou deixando a partida. O defensor com passagem pelo Palmeiras acabou levando cartão amarelo.

A modificação de Rueda mostrou que ele errou na escalação inicial. Com postura mais ofensiva, a Colômbia mandou nos minutos finais e merecia ir ao vestiário com ao menos um gol na conta. Muriel e Zapata desperdiçaram chances de ouro. Enfim, a torcida presente começou a ter lances para comemorar. Faltou o grito de gol.

Ele sairia logo no começo da etapa final, com pênalti bobo de Otamendi acertando o rosto de Uribe, outra mudança ofensiva do treinador, ao lado de Borja. Muriel cobrou com categoria e recolocou a Colômbia no jogo. Vuvuzelas e muito barulho nas arquibancadas prometiam desestabilizar a Argentina.

Mas a seleção de Messi é bastante fria e logo recuperou as ações do jogo. O camisa 10 carimbou o travessão de Ospina e ainda deu passe preciso para Lautaro perder gol feito. O goleiro colombiano salvou com os pés. Ainda faria novo milagre parando Messi. Os visitantes não mataram a partida e acabaram surpreendidos.

Após buscar o empate o tempo todo na etapa final sem sucesso, os colombianos foram premiados quando o cruzamento encontrou a cabeça de Borja, que dentro da área não perdoou. Festa bonita dos colombianos e amargo golpe nos argentinos aos 48 do segundo tempo.

 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS




Informe Publicitário






NEWSLETTER

Cadastre-se e fique por dentro dos últimos acontecimentos e relatos do pnbonline.