Esportes Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019, 11h:01 | - A | + A

RESULTADO RUIM

Técnico do Cuiabá avalia atuação da equipe e diz que seu time merecia melhor resultado

O Cuiabá perdeu sua invencibilidade sob a direção do técnico baiano Marcelo Chamusca, foi derrota por 2 a 0 para o América

WISLEY TOMAZ

DA REDAÇÃO

AssCom/ Dourado

Chamusca jogo

O Cuiabá perdeu sua invencibilidade sob a direção do técnico baiano Marcelo Chamusca.

O Cuiabá perdeu sua invencibilidade de cinco partidas sob a direção do técnico baiano Marcelo Chamusca. O Dourado foi derrota por 2 a 0 para o América (MG) na Arena Pantanal na noite desta segunda-feira (11) pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B e viu as chances do acesso para a elite do futebol brasileiro ficarem um pouco mais distantes.

 

O Cuiabá tem 50 pontos e ocupa a oitava colocação do campeonato, que tem mais três rodadas para o final e 9 pontos em disputa. Ou seja, para terminar entre os quatro primeiros colocados que sobem para a Série A, além de conquistar todos os pontos em disputa, o Cuiabá teria que torcer para as outras equipes não somarem pontos e ainda fazer muitas contas.  

 

Logo após a derrota para o América (MG) o técnico do Cuiabá, Marcelo Chamusca, falou sobre o desempenho do seu time. "Foi um jogo contra um adversário muito qualificado, onde em termos de performance tiveram dois tempos bem distintos. Acho que no primeiro tempo o América teve mais posse de bola, não criou grandes oporrtunidades, mas finalizou um pouco mais que o Cuiabá. E, nós, tivemos algumas dificuldades para marcar o América Mineiro durante algum tempo. Nosso time estava mais na fase defensiva em termos de intensidade, dando muito espaço para o América, que é um time muito qualificado e que soube aproveitar bem". O América fez seu primeiro gol no primeiro tempo da partida, aos 35 minutos, com o meia Matheusinho. 

 

O treinador disse ainda que no primeiro tempo o Dourado encaixou poucas transições, que é uma característica e uma grande virtude do seu time. Sendo que nas poucas transições que conseguiram encaixar criaram algumas situações de jogo interessantes, porém muito poucas para uma partida tão importante. 

 

Já na etapa complementar, conforme Chamusca, houve uma mudança muito grande de postura do Cuiabá. "Subimos nossa primeira linha, começamos a pressionar o América, que deixou de ter o espaço para sair jogando como eles tiveram no primeiro tempo, daí começamos a ter o controle total do jogo. A verdade disso é o seguinte, o América foi finalizar de verdade em uma bola já no final do segundo tempo, que foi o lançe do segundo gol, momento em que já estávamos com um jogador a menos, dessa forma o Juninho acabou se enfiltrando, finalizando e definindo o jogo". 

 

Na avaliação do treinador, pelo segundo tempo que a equipe do Cuiabá fez, pela quantidade de oportunidades criadas e o controle de jogo que sua equipe teve, poderia e merecia ter saído com um resultado melhor. 

 

AssCom/ Dourado

Jean Patrick

O meia Jean Patrick se machucou depois de uma cobrança de falta.

O treinador disse ainda que antes do lance da cobrança de falta em que o meia Jean Patrick se machucou, ele e sua equipe técnica sabiam que o jogador já estava desgastado na parte física, mas mesmo assim optaram em deixá-lo em campo por ele ter um bom poder de finalização e assistência diferenciados. "A ideia era fixar o Jean e o Escudero um pouco mais por dentro, trazer o Alê para jogar um pouco mais próximo deles e o Jonas entrando de forma um pouco mais aguda pelo lado direito. Porém, como o Jean já estava fadigado seria mais coerente ele ter deixado a falta para outro jogado cobrar, mas ele acabou batendo e sentindo um problema muscular. Agora ele será avaliado para sabermos o nível da lesão", disse Chamusca, que acha pouco provável poder contar com Jean Patrick na partida de quinta-feira (14) contra o Paisandu (PA) pelo jogo de ida da final da Copa Verde. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet