Geral Segunda-Feira, 10 de Agosto de 2020, 19h:37 | - A | + A

LUTO

Artista plástico Adir Sodré morre em Cuiabá

Um dos maiores nomes das artes plásticas de Mato Grosso, Adir Sodré morreu na porta de sua casa, em Cuiabá.

Da Redação

Pensar Cultura

Adir Sodré

 

O artista plástico mato-grossense Adir Sodré, um dos mais renomados do Estado nas artes plásticas, morreu no início da noite desta segunda-feira (10.08) em Cuiabá. Sodré morreu em frente ao portão da casa dele, na capital. Ele teria sofrido um infarto, mas as causas da morte ainda não foram confirmadas.

 

Adir Sodré nasceu em 1962 em Rondonópolis e iniciou sua vida artística em 1977, época em que frequentou o Ateliê Livre da Fundação Cultural, em Cuiabá, sob orientação de Humberto Espíndola e Dalva de Barros. Nos dois anos seguintes, integrou com Gervane de Paula e outros artistas um grupo que procura renovar a arte mato-grossense. Naquela época, participou de exposições coletivas organizadas pelo Museu de Arte e de Cultura Popular da Universidade Federal do Mato Grosso (MACP/UFMT). Participou também, entre outras, das coletivas Como Vai Você, Geração 80?, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV/Parque Lage), Rio de Janeiro, em 1983, e Modernidade, Arte Brasileira no Século XX, no Museu de Arte Moderna de Paris, em 1987. Em sua produção aborda temas relacionados à cultura regional e questões acerca dos povos indígenas.

 

sociedadedospoetasamigos.blogspot.com

tela Adir Sodré

 

O trabalho de Adir Sodré é reconhecido nacionalmente, tendo participado de diversas exposições coletivas e individuais em cidades no Brasil e no exterior. Com cores fortes e irreverência, mesclava o sagrado e o profano em suas telas, com cores multicoloridas e malícia, que era uma das marcas do artista.

 

Pesar

 

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, lamentou a morte do artista mato-grossense. “É uma imensa perda para a cultura mato-grossense. Um homem que sempre esteve além do seu tempo. Um artista com um potencial incrível e que teve sua arte reconhecida, não apenas em Mato Grosso, mas no Brasil e no Museu de Arte Moderna de Paris. Adir Sodré fará muita falta para a nossa cultura e para os amigos e familiares”, disse o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto Dois a Um.

 

O local do velório do artista ainda não foi informado.

 

GALERIA DE FOTOS

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet