Geral Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h:50 | - A | + A

MOBILIDADE URBANA

Cinco empresas concorrem a licitação do transporte coletivo

A proposta mínima, apontada por estudos de viabilidade técnica, é de R$ 63 milhões, divididos entre quatro lotes, investidos ao longo de 20 anos

Assessoria Prefeitura de Cuiabá

assessoria Prefeitura de Cuiabá

licitação transporte Cuiabá

 

Na licitação do transporte coletivo de Cuiabá, aberta nesta sexta-feira (18), no auditóirio da Prefeitura, cinco empresas do setor apresentaram  propostas. O edital, lançado em agosto, circulou por 45 dias, conforme previsto em lei.  A Comissão de Licitação vai agora, analisar a documentação exigida para a participação no certame dividido em três etapas. 

 

A avaliação das exigências vai apontar se as empresas interessadas estão aptas à concorrência. De acordo com o diretor de Licitação e Contratos da Secretaria de Gestão, Agmar Siqueira, o resultado será publicado no Diário oficial, nos próximos dias. A fase seguinte diz respeito à proposta técnica, quando é comprovada, por exemplo, a capacidade das empresas em operar com o número de ônibus e com a quantidade de veículos com ar-condicionado previstos no edital.

 

Depois disso, as classificadas partem para a proposta financeira, da qual saem vencedores as que oferecerem melhores valores para investimento. O montante mínimo apontado por estudos de viabilidade técnica é de R$ 263 milhões, divididos entre quatro lotes, investidos ao longo de 20 anos em melhorias para o transporte coletivo da Capital. Do total de lotes, cada empresa pode arrematar no máximo dois.

 

Os concorrentes que oficializaram interesse nesta manhã foram: Integração Transporte LTDA; Caribus Transportes e Serviços LTDA; Rápido Cuiabá Transporte Urbano LTDA; Viação Paraense LTDA e Pantanal Transporte Rodoviário; e Serviço de Locação Eireli. Segundo o prefeito Emanuel Pinheiro, o edital também reduz a idade média dos veículos de 5.5 para 4.5 anos. “Depois de quase 20 anos, tivemos a coragem de fazer uma nova licitação. Este é um dos compromissos mais emblemáticos que fiz e que tenho uma alegria enorme de honrar, porque é o retrato da minha gestão: a humanização e o respeito às pessoas em primeiro lugar”, afirmou o prefeito.

 

Pinheiro também destaca a inclusão de veículos com ar-condicionado à frota cuiabana, que hoje conta com apenas 60 ônibus climatizados, do seu total de 390. “As vencedoras começarão a atuar com, no mínimo, 30% de ônibus com ar-condicionado, chegando à totalidade da frota em até cinco anos. Hoje não tem nenhuma cidade no Brasil com 100% da frota refrigerada. Seremos um case de sucesso”, afirmou.

 

O secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, lembra que o edital, lançado em agosto, circulou por 45 dias, conforme previsto em lei. A previsão agora é de que as vencedoras sejam anunciadas em dezembro. “É totalmente diferente do que temos hoje, Um fato é importante é que o sistema é adaptável a qualquer modal, tanto VLT quanto BRT, não causando prejuízos à cidade”, disse. As melhorias se estenderão a 150 mil passageiros que utilizam o sistema diariamente.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet