Geral Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 14h:53 | - A | + A

XAVANTE

Com proliferação da covid-19, MPF recomenda que indígenas cancelem eventos

Documento aponta que atividades que envolvem aglomeração estão sendo realizadas e contribuindo para o avanço das doença nas terras indígenas.

Da Redação

Governo do Estado de Mato Grosso

Xavantes.jpeg

 

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou nesta quarta-feira (02) que lideranças indígenas cancelem eventos nas aldeias como forma de combater a disseminação de covid-19 nas Terras Indígenas (TIs). O procurador da República Everton Pereira Aguiar Araújo, que assina o documento, afirma que uma aldeia da etnia Xavante estaria marcando uma reunião em comemoração ao aniversário da TI.

 

A recomendação foi feita por meio da Procuradoria da República no Município de Barra do Garças e é direcionada a comunidades localizadas na região do Araguaia. O texto ainda aponta que a comunidade Xavante, Aldeia Namunkurá, Reserva Indígena de São Marcos, ignorando outra recomendação do MPF, teria realizado um campeonato de futebol no mês de maio que resultou na aglomeração de cerca de 3 mil indígenas e não-indígenas. 

 

A expectativa é que com a recomendação outros eventos sejam cancelados. O MPF  afirma que para o próximo de 11 está marcado uma festividade em comemoração ao aniversário da Aldeia Tel Aviv, no município de Campinápolis, também da etnia Xavante. Um anúncio sonoro estaria circulando nas proximidades da aldeia convidando os indígenas para a aglomeração. 

 

No documento, Araújo ainda destaca que reconhece a importância das celebrações tradicionais, mas que essas atividades precisam ser suspensas para a segurança de todos. “Revelando-se exemplo digno de nota, a decisão das 11 etnias do Alto Xingu, de suspender a celebração do Karup, ritual sagrado em celebração aos mortos, línguas, crenças e tradições constitucionalmente assegurados”, traz a recomendação. 

 

De acordo com dados divulgados pelo Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) Xavante, atualmente há 138 casos confirmados de indígenas xavantes testados positivos para covid-19, com 21 óbitos registrados. O Dsei Cuiabá contabilizou 33 casos de indígenas Bororo da TI Meruri contaminados, resultando em uma morte. No Dsei Xingu foram confirmados 37 casos de indígenas testados positivos, com um óbito registrado.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet