Geral Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 10h:15 | - A | + A

INFRAESTRUTURA

Conclusão da avenida 8 de Abril é adiada para dezembro

Obra estava prevista para ser entregue em agosto. Avenida terá pista para caminhada em toda sua extensão.

Da Redação

Com assessoria

Mayke Toscano/Secom-MT

Obras na avenida Oito de Abril

 

Uma pista de caminhada de aproximadamente 3,5 km de extensão será construída na avenida Oito de Abril, que teve as obras retomadas pelo Governo do Estado após quatro anos paralisadas. No entanto, o prazo mudou. A conclusão da obra, que estava prevista para agosto deste ano, foi adiada para dezembro devido a problemas técnicos.

 

“Houve alguns ajustes, porque o governador Mauro Mendes visitou o local e nos recomendou a construção de canteiros e arborização”, explicou o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira e Silva. 

 

O secretário explica ainda que a revitalização do córrego contornado pela Avenida 8 de Abril não é apenas uma obra de conservação. “Sua importância está no fato dela ter o coletor tronco da sub bacia do córrego Mané Pinto, que irá receber o esgoto de toda a região do Jardim Cuiabá, Jardim Cuiabá II, Pólvora, Independência e Goiabeiras”.

 

A obra foi projetada para a Copa do Mundo de 2014, quando se pensou em urbanizá-la para que os visitantes não tivessem a visão do esgoto que corre dentro do córrego e deságua diretamente no rio Cuiabá. “Por isso, foram colocados os coletores troncos para a recolher o esgoto, a ser lançado na Elevatória da Prainha e, em seguida, tratado na Estação Dom Aquino”, explicou Marcelo de Oliveira.    

 

Segundo ele, todas as rotatórias terão lajes e paisagismo, enquanto no canal será aplicada uma massa resistente para evitar infiltração em suas paredes, e consequentes quedas, como já aconteceu antes da atual retomada das obras.

 

“Neste momento, estamos adequando a geometria das rotatórias, já que todas elas terão uma superestrutura. Aquele buraco, que se via antes, deixará de existir. A rotatória da avenida Senador Metello e da rua Ranulfo Paes de Barros já estão prontas”, disse Oliveira. 

 

O secretário explica que ainda neste mês de fevereiro será iniciada a adequação da rotatória da rua Togo Pereira, enquanto a da rua Barão de Melgaço, nas vizinhanças do Mercado do Porto, terá suas vigas concretadas. “A expectativa é de que no mês de março concretemos a sua laje, que será circular”, garante.

 

Marcelo de Oliveira disse que não será possível plantar árvores na calçada, a ser usada como pista de caminhada, em toda a extensão da avenida. “Se fizermos isso, suas raízes irão se expandir, podendo derrubar as paredes do canal. Por isso, a opção pelos arbustos, cujas raízes são rasas, não oferecendo este tipo de risco”, concluiu.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet