Geral Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 09h:58 | - A | + A

PROTESTO NA UFMT

Funcionários terceirizados da limpeza fecham guaritas da UFMT

A entrada de pedestres está ocorrendo normalmente, porém, veículos e motos estão sendo impedidos de entrar.

Gazeta Digital

Reprodução

FUNCIONÁRIOS LIMPEZA UFMT

 

Sem receber o salário referente ao mês de julho, funcionários da empresa terceirizada Presto que realizam os serviços de limpeza da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) fecharam novamente as guaritas de acesso à instituição, na manhã desta segunda-feira (19). A entrada de pedestres está ocorrendo normalmente, porém, veículos e motos estão sendo impedidos de entrar.

 

Com faixas com dizeres "Sem salário, vassoura no armário", os trabalhadores alegam que, além dos atrasados salariais, não receberam o sacolão que devia ter sido entregue no início de agosto. A entrega da cesta básica foi proposta pela Presto em reunião realizada na Secretaria Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) para por fim a última greve, realizada há 15 dias. 

 

Na semana passada, os trabalhadores já haviam suspendido os serviços.

 

Repasses

 

O pagamento dos funcionários é feito pela Presto, que recebe dinheiro da UFMT, esta por sua vez afirma estar em dia com os repasses. Por meio da assessoria, a Universidade confirmou o fechamento da guarita, mas declarou que irá se posicionar após reunião de negociação.

 

Segundo informações, a empresa deve garantir todos os salários dos funcionários por até três meses sem o repasse. O tentou entrar em contato com representantes da Presto, porém foi informado que os responsáveis não estavam na empresa ainda.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet