Geral Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 17h:07 | - A | + A

COMBATE AO CORONAVÍRUS

Indústrias vão receber consultoria para fabricar equipamentos de proteção

Da Redação

Com assessoria

Christiano Antonucci / Secom-MT

Governo e Fiemt fazem parceria para produção de mascaras

 

Trinta e duas indústrias de Mato Grosso foram selecionadas para integrar o grupo de 250 empresas de todo o país que vão receber gratuitamente mentoria para que fabriquem equipamentos de proteção individual (EPIs). As indústrias foram selecionadas pelo Edital de Inovação para a Indústria Conexão Senai e a consultoria será realizada pelo Instituto Senai de Tecnologia Mato Grosso, em Cuiabá. O estado ficou em segundo lugar no país com mais projetos aprovados.

 

Clique aqui para consultar a lista de empresas selecionadas

 

As indústrias selecionadas devem iniciar, ampliar ou adequar uma linha de produção para a fabricação de máscaras de tecido, cirúrgicas, protetores faciais, antissépticos, entre outros. Os consultores do Instituto Senai de Tecnologia vão construir junto com as empresas um plano de ação para realizar o trabalho, orientar sobre as especificações técnicas exigidas na fabricação de cada item e a necessidade de consulta à Agência Nacional de Vigilância Sanitária  (Anvisa). Ao todo, serão oito horas de mentoria para cada empresa.

 

“A fabricação de EPIs tem sido a alternativa para muitas empresas atravessarem esse período de crise e contribuir para suprir a demanda atual por esses produtos tão essenciais ao combate do novo coronavírus”, afirma a diretora regional do Senai MT, Lélia Brun. “Por meio do Conexão Senai, esperamos ajudar empresas impactadas com queda no faturamento a gerar receitas, manter empregos e disponibilizar produtos de proteção com qualidade”, finaliza.

 

De acordo com o empresário Claudio Vilela, selecionado no edital, a pandemia afetou o faturamento das indústrias de confecção no estado, muitas correndo o risco de parar as atividades em até 30 dias.

 

“Essas mentorias vão orientar as indústrias a produzirem com melhor qualidade e mais produtividade. É uma iniciativa importante que pode contribuir, sobremaneira, para que as indústrias consigam atravessar esse duro momento. Isso ajudará muito as empresas a criarem um novo norte, ocuparem as equipes e dar serviços para, minimamente, prosseguirem com as portas abertas”, avalia Vilela.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet