Geral Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2019, 10h:30 | - A | + A

GRAMPOLÂNDIA

Julgamento de militares no caso dos grampos entra no segundo dia

Defesas dos cinco réus devem apresentar seus argumentos ao Júri a partir desta quinta.

Da Redação

Entrou no segundo dia o julgamento dos militares suspeitos de envolvimento com um esquema de escuta telefônica clandestina dentro da Polícia Militar. O julgamento na 11ª Vara Militar começou na tarde de quarta-feira (06) com a Promotoria fazendo a acusação.

 

No primeiro dia, o promotor de Justiça Allan Sidney do Ó Souza elencou detalhes da investigação e, ao final, pediu a condenação de três militares e a absolvição de outros dois. Para o Ministério Público, devem ser condenados os coronéis Zaqueu Barbosa, Evandro Lesco e o cabo Gerson Corrêa. Ele pediu a absolvição do coronel Ronelson Barros e do tenente coronel Januário Batista por entender que não há comprovação da participação de ambos nas escutas clandestinas.

 

"Como promotor, tenho que zelar pela Justiça e entendemos que, com relação aos dois, as provas são dúbias. Se não há certeza para condenação, a dúvida socorre a defesa", explicou o promotor.

 

Nesta quinta-feira, as defesas dos réus devem apresentar suas teses ao Júri. A previsão é que o julgamento se estenda até sexta-feira.

 

O esquema de grampos ilegais teria começado em 2014 e funcionado até meados de 2015, mas só foi descoberto em maio de 2017. Os militares chegaram a ser presos na época, mas depois foram soltos e respondem em liberdade com o cumprimento de medidas cautelares.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet