Geral Sábado, 08 de Agosto de 2020, 08h:59 | - A | + A

MAIS TEMPO PARA COMPRAR

Mercado do Porto em Cuiabá amplia horário de funcionamento

No final de semana, o horário vai das 5 h às 14 h e de terça a sexta-feira, das 05 às 17 h. Nas segundas-feiras, o espaço fica fechado para higienização

da Redação com assessoria

Prefeitura de Cuiabá

Mercado do Porto

 

A partir deste final de semana, o Mercado do Porto em Cuiabá passa a funcionar por um período maior de tempo para evitar a aglomeração de pessoas. O atendimento ao público aos fins de semana é das 05 às 14 horas e  de terça a sexta-feira, das 05 às 17 horas. As  medidas de biossegurança previstas pela Organização Mundial de Saúde, com controle de acesso de pessoas, aferição da temperatura e disponibilização de álcool gel na entrada e em todas as barracas estão sendo adotadas como forma de prevenção à contaminação do novo coronavírus.

 

Nas segundas-feiras, o Mercado do Porto fica fechado para higienização do ambiente e das barracas. No local, os 149 permissionários, como a atividade é considerada essencial,  estão trabalhando desde o início da adoção de medidas restritivas estabelecidas e sancionadas pela prefeitura de Cuiabá, em 18 de março.

 

Os restaurantes instalados no Mercado também estão em funcionamento, com atendimento presencial e também pelo sistema delivery.

 

Apesar de uma maior flexibilização, com a retomada de vários segmentos econômicos, o rigor da fiscalização no local também está mantido. O uso de  máscaras é obrigatório para quem trabalha, clientes e fornecedores do Mercado. 

 

A secretária municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Débora Marques, ressaltou que cada permissionário tem que ter álcool gel para uso particular e também disponível para o consumidor. Sem se esquecer da importância do distanciamento mínimo entre as pessoas e evitar a aglomeração. Três lavatórios populares que foram instalados no Mercado do Porto. “ Isso facilita o acesso à higienização das mãos, sendo essa uma das mais importantes formas de prevenção ao novo covid-19”, observou a secretária.

 

Em caso de descumprimento do acordo firmado, o permissionário irá sofrer uma sanção administrativa, recebendo uma multa ou até a perda da exploração do espaço no mercado. “Não é isso que o prefeito Emanuel Pinheiro quer. O que nós queremos é esse trabalho em parceria. Juntos iremos vencer esse momento de crise e o Mercado, local histórico da nossa Capital, vai poder continuar oferecendo um serviço eficiente com produtos de qualidade à toda população cuiabana”, concluiu.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet