Geral Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 17h:30 | - A | + A

PANDEMIA

MT tem 9 casos confirmados e 326 suspeitos de coronavírus

Os casos confirmados estão em Cuiabá, Várzea Grande e Nova Monte Verde. Contraprova de dois casos de Rondonópolis apontaram resultado negativo.

Da Redação

(Foto: Christiano Antonucci / Governo de Mato Gros

Secretaria de Saúde.jpg

 

Mato Grosso tem 9 casos confirmados e outros 326 casos suspeitos do novo coronavírus, de acordo com o boletim da Secretaria de Estado de Saúde divulgado na tarde desta quarta-feira (25.03). Em 24 horas, foram dois novos casos confirmados e 57 novos casos suspeitos em todo o Estado.

 

Os casos confirmados estão em apenas três cidades: Cuiabá (6), Várzea Grande (2) e Nova Monte Verde (1). Destes casos, apenas dois são de pacientes internados no Hospital Santa Rosa, com complicações clínicas, mas não estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Os demais são monitorados em suas residências.

 

A Secretaria de Saúde informou também que as cidades com mais casos suspeitos da doença são Cuiabá (47), Várzea Grande (31) e Sinop (29). Outras cidades com mais casos são Rondonópolis (28), Campo Verde  (21) e Tangará da Serra (17).

 

Teste negativo

 

A Prefeitura de Rondonópolis havia anunciado dois casos confirmados do novo coronavírus na cidade, atestados por laudos de um laboratório particular. A contraprova realizada pelo Laboratório Central (Lacen-MT), no entanto, deu negativo para as duas amostras.

 

“Por conta desta divergência, as amostras foram enviadas para o Rio de Janeiro para uma terceira testagem”, disse o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo.

 

Isolamento mantido

 

O secretário Gilberto Figueiredo rebateu o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, que defendeu o fim da quarentena em todo o país. Para Figueiredo, o isolamento social permitiu frear o avanço da doença até o momento no Estado. "Se nós não tivéssemos o isolamento social, poderíamos ter mais casos da doença. Não mudamos a recomendação. Aqueles que puderem, fiquem em casa", disse o secretário.

 

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infeccções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

 

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

- Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

- Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

- Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

- Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet