Geral Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 10h:01 | - A | + A

CONTRATEMPOS

Mudanças em rotas de ônibus causam transtornos na capital

Alteração não foi bem recebida por parte da população.

Safira Campos

DA REDAÇÃO

Luiz Alves

ônibus prefeitura de Cuiaba´

 

Durante o mês de junho, a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) anunciou uma série de mudanças em itinerários de ônibus em Cuiabá. Sob a justificativa de  tornar os percursos entre as regiões Sul (Coxipó) e Oeste mais ágeis, reduzindo assim o tempo de viagem, a pasta reajustou a linha 605, que passou a operar somente até a Estação Alencastro, criou a linha 115 e dividiu a linha 109, que agora conta também, com a opção 109b.

As mudanças, entretanto, não foram bem recebidas por parte da população. Usuários da linha 109 reclamam que não foram colocados novos ônibus para a linha 109b, mas dividida a quantidade de veículos que atendiam o bairro Santa Rosa, causando agora uma grande espera nos pontos de ônibus.

Para Zenilda Virgínio, que trabalha no bairro, a alteração tem representado atrasos na sua chegada ao serviço: “Nós tínhamos quatro ônibus atendendo o Santa Rosa, que tem uma grande quantidade de trabalhadores que dependem do transporte público. Agora nós só temos dois. Além disso, ninguém sabe ao certo qual vai ser o itinerário quando entra no ônibus. A cada dia, os motoristas fazem rotas diferentes. Eu tenho saído mais cedo de casa, mas nem assim consigo chegar no horário no trabalho”, afirma a trabalhadora. Além disso, segundo Zenilda, ao tentar entrar em contato com a Semob no número disponibilizado para reclamações, a ligação não é atendida.

Nas redes sociais da Prefeitura, grande parte dos usuários do transporte coletivo que se manifestaram também tiveram reações contrárias às modificações. No Facebook, há dezenas de relatos de contratempos, como da internauta Bianca Gusmão, que ironicamente parabeniza a decisão: “Isso, prefeitura. Parabéns! Já não bastava ter tirado o 109 e colocado o 605B e 605C, agora vcs tiram o 605 do santa Amália também. Foi um ótimo benefício para os estudantes da UFMT que moram no Santa Amália ou no Santa Isabel que agora precisam pegar 3 ônibus para chegar em casa”, relatou.  

Questionada pela redação, a Semob afirmou que as mudanças levam em consideração os congestionamentos registrados na cidade, além de outras demandas. Sobre a linha 109, a pasta afirma que “tem monitorado os horários e o comportamento dos passageiros e até o momento a mudança tem se mostrado exitosa”.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet