Geral Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 13h:52 | - A | + A

ANTIRRÁBICA

Saúde recebe metade das doses de Ministério e reprograma campanha de vacinação

Agora, a previsão é de que a distribuição ocorra a partir de novembro deste ano.

SES-MT

Reprodução

VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA

 

A Campanha de Vacinação Antirrábica Animal de 2019 teve o seu calendário reprogramado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT). A medida é uma consequência da redução e divisão das etapas de remessa de doses da vacina por parte do ministério da saúde. Antes, a campanha estava prevista para ser realizada nos meses de agosto e setembro e agora será feita em duas etapas.

 

De acordo com a coordenadora de Vigilância em Saúde Ambiental do Estado, Ludmila de Souza, a alteração de calendário de vacinação e a readequação da distribuição da vacina se devem ao fato do laboratório responsável ter reprogramado a entrega do produto. Agora, a previsão é de que a distribuição ocorra a partir de novembro deste ano.

 

“Mato Grosso recebeu na primeira remessa em junho, uma quantidade de 350 mil doses de vacina antirrábica animal, ficando com 20% desse total como reserva estratégica e repassando a cada município o equivalente a 40% das doses de vacina e seringas previstas”, informou a coordenadora.

 

Diante dessa realidade, a SES-MT orienta aos 141 municípios que priorizem, neste ano, a vacinação de gatos e cachorros na zona rural, aldeias indígenas, localidades com baixa cobertura vacinal no ano passado e bloqueio de focos, na ocorrência de casos de raiva animal.

 

A coordenadoria informa ainda que apenas os municípios que fazem fronteira com a Bolívia ou aqueles classificados como de alto risco epidemiológico receberão a quantidade de doses de vacina e seringas para que possam atingir 100% da meta de animais a vacinar.

 

A segunda etapa da vacinação está reprogramada para o primeiro semestre de 2020. O mês será definido assim que o Estado receber a segunda remessa das doses de vacina – ou seja, as outras 350 mil doses previstas para o mês de janeiro do ano que vem.

 

“O ‘Dia D’ de Mobilização Municipal, no qual ocorre a vacinação da maioria dos animais da zona urbana, deverá ser programado para depois do recebimento da segunda remessa”, concluiu Ludmila.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet