icon clock h

Quinta-Feira, 06 de Fevereiro de 2014, 11h:49 | - A | + A

STJ decide manter Arcanjo preso em Rondônia

pedro

Arcanjo Ribeiro

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que João Arcanjo Ribeiro continue preso na Penitenciária Federal de Segurança Máxima de Porto Velho (RO). Em decisão provisória, o ministro Marco Aurélio Bellizze optou por manter o "Comendador" no Estado vizinho até que o mérito da ação de conflito de competência seja julgado.

Na decisão, disponibilizada na tarde desta quarta-feira (5), Bellizze manteve como responsável pelo acompanhamento da execução da pena imposta a Arcanjo a Justiça Federal de Rondônia. Com isso, a juíza federal Juliana Maria da Paixão passaria a ter a competência de definir uma eventual transferência futura de Arcanjo.

A ação de conflito de competência foi interposta pelo juiz da 2ª Vara Criminal de Cuiabá, Geraldo Fidélis, após receber de Juliana a notificação da transferência de Arcanjo para a Penitenciária Central do Estado (PCE).

Além de negar a vinda de Arcanjo, alegando que Mato Grosso não dispõe da estrutura necessária para abrigá-lo, Fidélis ressaltou que a transferência só poderia ocorrer com base em critérios objetivos, como a ausência de vagas, o que não é o caso da Penitenciária Federal.

Depois do encaminhamento do caso para o STJ, Juliana optou, em outro despacho, por suspender a transferência de Arcanjo até que o STJ julgue o mérito da ação, algo que ainda não tem data para ocorrer.

(Gazeta Digital)

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS




Informe Publicitário






NEWSLETTER

Cadastre-se e fique por dentro dos últimos acontecimentos e relatos do pnbonline.