Polícia Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 10h:46 | - A | + A

TRÁFICO

Após abordar motorista de aplicativo, polícia encontra quadrilha de tráfico

O flagrante começou após abordagem de um motorista de aplicativo, que confessou ser o entregador das drogas.

Hallef Oliveira

Da redação

PMMT

0206 drogas novo praieiro.jpg

 

Cinco pessoas foram presas por envolvimento com tráfico de drogas na tarde desta segunda-feira (01), no bairro Novo Praeiro, em Cuiabá. Policiais do Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Metropolitanas (Rotam) localizaram uma residência onde era feito o comércio ilegal, após abordagem a um motorista de aplicativo. Três suspeitos já possuíam passagens por diversos crimes.

 

De acordo com informações da ocorrência, uma equipe da Rotam estava em patrulhamento pela avenida General Mello e realizou a abordagem em um carro suspeito. Dentro do veículo foi localizada uma barra de uma substância análoga a maconha. Questionado sobre a origem da droga, o suspeito disse que era motorista de aplicativo e que também realizava entrega de entorpecentes.

 

O suspeito indicou a residência onde havia pego a droga. No local os policiais encontraram mais um suspeito e mais duas barras da mesma substância. Uma quantia em dinheiro e uma balança de precisão também foram encontradas na casa, mas o segundo suspeito disse que haveria mais materiais em uma outra residência, onde funcionava o comércio de drogas.

 

Na segunda residência, o restante do material foi localizado. Dentro da casa estavam uma mulher e dois homens. Quatro barras da mesma substância encontrada nos locais anteriores, 14 porções de substância análoga a pasta base, dois cadernos de anotações de clientes e uma quantia de R$ 3.000 estavam sob responsabilidade da mulher. Com os outros dois homens foram encontradas pequenas porções de substância análoga a maconha.

 

Diante do flagrante, a polícia encaminhou todos os envolvidos para a Central de Flagrantes para o registro da ocorrência. Em buscas pelo sistema, os dois primeiros suspeitos localizados possuíam passagens criminais, assim como a mulher encontrada na última residência. Os outros dois homens não possuem passagens e se identificaram como estudantes do curso de Biologia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet