Polícia Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 10h:54 | - A | + A

TRAGÉDIA

Brincadeira de irmãos com arma de fogo termina com morte de jovem de 14 anos

Adolescente teria tentado se matar após ver a irmã caída no chão e foi impedido por um outro irmão.

Hallef Oliveira

Da redação

PMMT

Policia militar.jpg

 

Uma jovem de 14 anos, que não teve identidade divulgada, morreu na madrugada desta quinta-feira (28) após ser atingida por um disparo acidental de arma de fogo provocado pelo seu irmão, de 17 anos. O menor estaria brincando com a arma que acidentalmente disparou, atingindo a garota, que morreu na hora. Após o fato, o jovem teria se desesperado e tentado tirar a própria vida, sendo impedido por um outro irmão, de 16 anos.

 

Segundo informações do boletim de ocorrência, uma equipe da Polícia Militar foi chamada na residência dos adolescentes, no bairro Pascoal Ramos, por volta de 01h15 da madrugada. A denúncia foi realizada por vizinhos que ouviram o disparo. No local, os policiais encontraram e impediram a fuga do adolescente de 17 anos.

 

Dentro da casa, viram a jovem de 14 anos caída ao chão. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado ao local e constatou a morte da vítima que estava com uma perfuração na cabeça.

 

O irmão de 16 anos contou para a polícia que os três irmãos estavam brincando com uma arma de fogo quando o tiro acidental ocorreu. Esse mesmo jovem disse que o adolescente de 17 anos teria tentado tirar sua vida, mas foi impedido. E que a arma de fogo havia sido levada por uma outra pessoa, que não estava na residência e não foi identificada.

 

Os pais dos irmãos estavam dormindo e acordaram com o barulho do disparo da arma. Em buscas pela residência, foram encontradas sete munições de calibre 38 intactas, no quintal da casa.

 

O corpo da adolescente foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). Os dois jovens foram conduzidos para a Central de Flagrantes para depoimentos. O adolescente de 17 anos, que efetuou os disparos, foi apreendido em flagrante por ato infracional análogo a homicídio culposo.

 

O caso será investigado pela Delegacia Especializada do Adolescente.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

Copyright 2018 PNB ONLINE - Todos os direitos reservados. Logo Trinix Internet