icon clock h

Sexta-Feira, 16 de Abril de 2021, 10h:01 | - A | + A

FORÇA TÁTICA

Dois suspeitos por tráfico morrem após troca de tiros com a PM

Suspeitos reagiram à abordagem e enfrentaram os policiais com tiros. Um dos homens mortos utilizava tornozeleira eletrônica.

Hallef Oliveira

Da redação

PMMT

Policia militar viatura.jpg

 

Dois homens, que não tiveram as identidades reveladas, morreram após troca de tiros com policiais militares da Força Tática de Barra do Garças (516 km de Cuiabá), na tarde desta quinta-feira (15.04). Os suspeitos estavam sendo investigados por tráfico de drogas e reagiram com tiros à tentativa de abordagem da PM. Porções de drogas e armas de fogo foram apreendidas.

 

Segundo as informações do boletim de ocorrência, o confronto foi registrado por volta das 16h, no bairro Vila Maria. A equipe policial recebeu denúncias sobre uma residência que servia como ponto de venda de drogas, onde o responsável pela casa estaria armado e ameaçando pessoas.

 

No local, os agentes visualizaram os dois suspeitos e tentaram realizar a abordagem dos homens. Os criminosos rapidamente sacaram suas armas de fogo e começaram a enfrentar os policiais, que reagiram com tiros.

 

Os dois homens atingidos foram socorridos por uma equipe do Corpo de Bombeiros. Os socorristas foram ao local e apenas confirmaram a morte dos suspeitos.

 

Foram apreendidas duas armas de fogo, sendo um revólver calibre .32 e outro calibre .22, e um tablete de maconha, além de porções de substância análoga a pasta base.

 

Um dos suspeitos utilizava tornozeleira eletrônica e possuía passagens criminais por porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas, roubos, furtos e tentativa de homicídios.

 

O caso foi registrado e está sendo investigado pela Polícia Civil e Polícia Judiciária Militar, que apura condutas dos agentes envolvidos em confrontos com a morte de suspeitos.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS




Informe Publicitário






NEWSLETTER

Cadastre-se e fique por dentro dos últimos acontecimentos e relatos do pnbonline.