icon clock h

Terça-Feira, 20 de Abril de 2021, 09h:32 | - A | + A

ESTAVA INTERNADO

Morre jovem que foi queimado após recusar sexo com dois homens

Jovem havia sido transferido para Cuiabá. Um suspeito do crime já está preso e as investigações continuam.

Hallef Oliveira

Da redação

Reprodução

jean alexandre 17 anos.jpg

 

O adolescente Jean Alexandre dos Santos, de 17 anos, morreu na madrugada desta segunda-feira (19.04), no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), onde estava internado se recuperando após sofrer queimaduras graves pelo corpo.

 

O jovem teve seu corpo queimado no dia 07 de abril, no município de São Pedro da Cipa (149 km da capital) após se recusar a manter relações sexuais com dois homens. Um suspeito pelo crime está preso.

 

De acordo com as informações da Polícia Civil, o jovem, que estava internado no Hospital Regional de Rondonópolis, foi transferido para o HMC, na capital, devido a gravidade dos ferimentos. Jean Alexandre estava com queimaduras de segundo e terceiro grau em mais de 50% de seu corpo e não resistiu aos ferimentos.

 

Suspeito preso

 

Na madrugada do dia 07 de abril, o adolescente estava na companhia do suspeito de 21 anos e de outro homem de 37 anos. Houve uma discussão entre o suspeito e a vítima, que mantinham um relacionamento, após uma recusa sobre relações sexuais.

 

Em seguida, dentro do banheiro da casa, o suspeito pegou álcool, jogou na cabeça do adolescente e ateou fogo usando um isqueiro. A pessoa que estava na casa tentou ver o que estava ocorrendo, ficou com medo e saiu da residência. Contudo, depois ele retornou e ainda tentou prestar socorro à vítima.

 

Jean conseguiu caminhar até um vizinho e pedir socorro, sendo encaminhado ao hospital de Juscimeira, com graves queimaduras na região da cabeça. Em entrevista a policiais militares que foram acionados pela unidade de saúde, o rapaz, ainda consciente, conseguiu informar o fato.

 

O suspeito foi localizado no dia seguinte, foi ouvido pelo delegado e autuado em flagrante por homicídio qualificado na forma tentada. Após audiência de custódia pelo Poder Judiciário, o suspeito foi preso preventivamente.

 

Investigações continuam

 

Segundo as informações da Polícia Civil, com a morte do adolescente, o indiciado passa a responder por homicídio qualificado consumado, praticado por meio cruel (fogo).

 

O corpo do jovem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e passará por exame de necropsia. A Polícia Civil continua investigando o caso.

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS




Informe Publicitário






NEWSLETTER

Cadastre-se e fique por dentro dos últimos acontecimentos e relatos do pnbonline.